Exorcismo

Padres Exorcistas explicam

Consagração a Virgem Maria

Escravidão a Santissima Virgem, Orações, Devoção

Formação para Jovens

Espiritualidade, sexualidade, diverção, oração

26 de mai de 1994

Quem somos

Quem Somos

Somos uma equipe de escritores, blogueiros e pregadores (as) católicos que se conheceram graças à fé que professamos na Una, Santa e Amada Igreja Católica.

Desejamos expandir a palavra de Deus e da Igreja por este meio deste meio de comunicação tão fecundo quando bem aproveitado.

Sobre a importância dos escritos católicos, citamos algumas fontes perenes da Igreja:

Leitura espiritual

Padre Jordão afirma que a leitura espiritual é um do elementos da vida interior. São Bernardo, tratando da perfeição, declara que podemos alcança-la por três degraus: pela LEITURA, pela meditação e pela oração. E traz, a propósito, a comparação do alimento material:a leitura leva a comida à boca; a meditação a mastiga; a oração a saboreia e garante seu bom aproveitamento. O intuito desta equipe é seguir o caminho da perfeição pedido pelo Cristo em MT 5,48, bem como contribuir para levar à boca as palavras que não passam (cf. MT 24,35). A leitura é tão importante que São Jerônimo dizia a Neopociano: ´´não abandones o exercício da leitura cotidiana´´.

As leituras espirituais são necessárias para converter as almas. Deus mostrou mais de uma vez o quanto são eficazes. Santo Inácio de Loyola converteu-se por meio da leitura espiritual. Ferido no cerco de Pamplona, foi levado ao hospital. Enquanto vibrava de entusiasmo pelos feitos militares e aguardava ansiosamente a hora de voltar às suas empresas guerreiras, caiu-lhe nas mãos, casualmente, um livro de assuntos espirituais. A princípio leu-o por curiosidade;mas depois, impressionado,pôs-se a meditá-lo, e assim se efetuou a sua maravilhosa conversão.

Estas leituras são importantes, pois coforme nos diz são Jerônimo, na oração somos nós que falamos a Deus; na leitura espiritual é Deus quem nos fala. É desejo de nosso coração contribuir para que um maior número de almas escutem a voz de Deus e se convertam, como a linda historia de santo Inácio de Loyola.

A Palavra do Senhor, tão comprada, mas tão pouco lida, nos ensina em Eclesiástico 39,1,2 que "O sábio procura cuidadosamente a sabedoria de todos os antigos, e aplica-se ao estudo dos profetas. Guarda no coração as narrativas dos homens célebres, e penetra ao mesmo tempo nos mistérios das máximas." Esta sabedoria só é conhecida e adquirida pela leitura da Palavra do Senhor e de seus ensinamentos pelos seus santos. Santo Agostinho já afirmara que a conversão de uma alma é a obra mais bela. Mais que a da criação. A conversão só é possível se se crer. Só é possível crer naquilo que conhecemos. Só conhecemos através da leitura.A necessidade da verdade e do magistério serem ensinadas é urgente.

Nossa Senhora de La Salette disse que os maus livros abundariam a face da terra e isso é encontrado não somente em livrarias seculares, mas também em livrarias e sites que se dizem católicos e só pensam em vender para ganhar dinheiro. Tal fato é real que vimos o beato João Paulo ll dizer em uma alocução interior estas palavras:

"Os cristão de hoje, em grande parte, se sentem perdidos, confusos, perplexos e mesmo decepcionados.” “De todos os lados espalharam-se idéias que contradizem a verdade que foi revelada e sempre ensinada. Verdadeiras heresias foram divulgadas nos domínios do dogma e da moral, suscitando dúvidas, confusão, rebelião. A própria liturgia foi violada. “Mergulhados num “relativismo” intelectual e moral, os cristãos são tentados por um iluminismo vagamente moralista por um cristianismo sociológico, sem dogma definido e sem moralidade objetiva.” Esta perplexidade se manifesta a todo instante nas conversas, nos escritos, nos jornais, nas emissões radiofônicas ou televisionadas, no comportamento dos católicos, traduzindo-se este último numa diminuição considerável da prática como o testemunham as estatísticas, uma desafeição relativamente à missa e aos sacramentos, um relaxamento geral dos costumes."

Esta Equipe de Escritores Católicos quer, a todo custo, fazer valer as palavras de São Paulo Apóstolo: 'AI DE MIM, SE EU NÃO ANUNCIAR O EVANGELHO ' (cf. 1Cor 9,16). Pedimos ao Espírito Santo de Deus que abençoe nossos escritos a fim de que deem frutos cem por um. Rogamos também a Santíssima Virgem que abençoe os leitores. Que todos possam ser atingidos e impactados pela graça de Deus, que a todos quer salvar.



Em Cristo,

Equipe de Escritores Católicos Regina Apostolorum