Exorcismo

Padres Exorcistas explicam

Consagração a Virgem Maria

Escravidão a Santissima Virgem, Orações, Devoção

Formação para Jovens

Espiritualidade, sexualidade, diverção, oração

22 de dez de 2010

A principal notícia da semana para quem é contra o aborto e o PNDH-3


Peço aos nossos leitores que ajudem financeiramente o Instituto Plínio Corrêa de Oliveira, sobretudo no projeto "Caravana Terra de Santa Cruz" que coloca militantes para combater contra o PNDH-3.

Esta noticia foi retirada do site deles:



Daniel Martins

Temos falado muito do termômetro do PNDH-3. Subiu mais um grau. E o Brasil vai chegando perto de uma intensa febre. Que grau foi esse? A futura ministra de Direitos Humanos do governo Dilma Roussef, Maria do Rosário, disse que vai implantar o PNDH-3 “como ele está”. Foi o que afirmou em entrevista para a Folha de S. Paulo (18/12/10).

Chamo a atenção para alguns pontos da entrevista:

a) Ela afirma que é preciso aceitar a adoção de crianças por “casais” homossexuais, dizendo que o fato de serem homossexuais não influencia na educação (sic!)

b) Sobre a lei de “homofobia”, que instaura a perseguição religiosa contra quem se oponha por princípio e consciência à prática homossexual, as declarações nos deixam perplexos. Ao ser perguntada sobre o projeto de lei da homofobia, ela respondeu:

“Quem tem urgência não espera a lei ser votada no Congresso. Muitas vezes as legislações demoram nessa área de direitos humanos mais do que deveriam. Não vou começar pela lei, mas pela mobilização nacional.”

Em outras palavras, ditadura do Executivo, através de seu “Soviet Supremo”, a Secretaria de Direitos Humanos, passando por cima do Legislativo.

c) Sobre a questão do aborto, a futura ministra tergiversou, acabando por dizer que vai implantar exatamente o que está no PNDH-3. Em última análise, aborto em todas as ocasiões no sistema público de saúde.

Quer o leitor uma prova mais rotunda de que precisamos agir? É por isso que no dia 5 de Janeiro sairá mais uma Caravana Terra de Santa Cruz, contra o aborto e o PNDH-3. São mais de 35 jovens que estão na lista para sair, a maioria já confirmados.

E você, caro leitor, ajudará os jovens a sairem em Caravana para combater o PNDH-3?

É com doações assim que poderemos mobilizar um grande número de brasileiros. Se nos mobilizarmos, o PNDH-3 dificilmente se implantará! E o Brasil continuará a ser a Terra de Santa Cruz. Se não…


Fonte: IPCO

Cristãos são presos no Irã por evangelizar


ROMA, 21 Dez. 10 / 01:33 pm (ACI).- Segundo informou hoje a Rádio Vaticano, nove cristãos estão presos no Irã há três meses sem que tenham sido feitas acusações precisas contra eles. A notícia foi divulgada pela agência AsiaNews. No dia da detenção, 19 de setembro, a TV estatal informou: “Um grupo de nove cristãos foi preso em Hamadan sob a acusação de atividade de evangelização”.

Fontes locais divulgaram declarações dos serviços de segurança, segundo as quais a finalidade do grupo era destruir a República Islâmica do Irã. Segundo a RV texto se referiu várias vezes aos nove definindo-os “Sionistas cristãos".

Os nomes de quatro deles (cinco de identidade desconhecida) são Vahik Abrahamian e sua esposa Sonia Keshish Avanessian (armênio-iraniano), e Arash Kermanjany e Arezou Teimour, iranianos de língua farsi. As forças de segurança de acordo com a reportagem da TV invadiram a casa de Abrahamian e o prenderam, junto com sua esposa e outros dois cristãos convertidos que eram seus hóspedes.

A casa foi revistada e oficiais recolheram vários objetos pessoais. Mais tarde, o grupo foi levado para um local desconhecido. Outros cristãos convertidos foram presos e interrogados em Karaj, Teerã e Hamadan, e alguns deles foram libertados depois de terem assegurado que não continuariam com a obra de evangelização.

Os quatro presos em Hamad, ao invés, foram levados para a prisão de Hamadan. Todos foram colocados em isolamento durante quarenta dias antes de serem transferidos, e nesse período não puderam ser contatados pelas famílias. Entretanto, as autoridades judiciais ainda não explicaram por que eles foram presos, nem fizeram acusações específicas contra eles.

Por ACI Digital

Jim Caviezel chama o aborto de “a maior mácula moral do mundo ocidental”


Matthew Cullinan Hoffman
ESPANHA, 20 de dezembro de 2010 (Notícias Pró-Família) — O ator James Caviezel, que fez papel de Jesus Cristo no filme “A Paixão de Cristo” de Mel Gibson, disse numa entrevista recente na Espanha que ele considera o aborto como “a maior mácula moral do mundo ocidental”.
Caviezel estava no país para promover seu filme mais recente “The Stoning of Soraya M.” (O Apedrejamento de Soraya M.), que acabou de ser lançado ali. A publicação Sembrar perguntou a ele: “Em sua opinião, qual é a maior mácula moral do mundo ocidental?”
“O aborto, sem dúvida alguma”, respondeu Caviezel. “Como disse Madre Teresa de Calcutá, ‘o aborto acabará levando o mundo à guerra nuclear’. Quando um homem mata um homem numa situação de guerra, é ruim, muito triste. Atila [o Huno] foi mais longe. Ele disse ‘não só vou matar os homens, mas também as mulheres e crianças’. Ele levantou o padrão para outro nível”.
Contudo, acrescentou Caviezel, “o aborto vai muito mais longe: quando a própria mãe mata seu filho ela está indo contra sua própria natureza, contra seu próprio instinto. As pessoas falam sobre ‘direito de escolher’, mas quando uma mulher faz isso, quando ela destrói a vida de seu filho em gestação, então chegamos ao limite. Não dá para o nível se elevar mais com relação à maldade”.
“Nos Estados Unidos, houve 50 milhões de abortos desde 1973”, disse o ator, comentando que o número é igual ao número total de mortes na 2ª Guerra Mundial, e “um quinto de nossa população”.
“O triângulo demográfico está se invertendo. A base continua diminuindo, até que não haja mais jovens para sustentar a população. Então, o que acontece? A fase seguinte é o tão chamado ‘direito de morrer’, eutanásia”, disse ele.
Caviezel, católico devoto que tem estrelado em numerosos filmes cinematográficos importantes, foi conduzido por suas convicções pró-vida a adotar duas meninas deficientes da China. Seu papel no filme A Paixão de Cristo lhe rendeu aclamações no mundo inteiro.

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com