Exorcismo

Padres Exorcistas explicam

Consagração a Virgem Maria

Escravidão a Santissima Virgem, Orações, Devoção

Formação para Jovens

Espiritualidade, sexualidade, diverção, oração

8 de mar de 2011

Enterra-se o Aleluia. Inicia-se a Quaresma.

Estamos a menos de duas horas para o início da Quaresma. A Quarta-feira de Cinzas nos convida a ver que somos pó; viemos dele e a ele voltaremos.

É costume devocional fazer na terça-feira um jantar onde nos despedimos da alegria, do regozijo, e passamos a dar lugar ao recolhimento, ao arrependimento, à penitência, à vida de oração, de carregar a cruz. É época de voltarmos os olhos para o Senhor e darmos a Ele tudo o que temos e o que somos. É tempo de deixarmos de ser Judas e passarmos a ser Sirineu, João, Maria Santíssima. É tempo de reconhecimento.

Enterramos esta noite o Aleluia. Porém, na Vigília Pascal, ele ressuscitará, juntamente com o Senhor que vem, que venceu a morte e nos trouxe a vida.

Até lá! Aleluia!

Feliz Dia Internacional da Mulher Comunista

Hoje é 08 de Março. Bem como nos outros dias comemorativos, as mulheres ganham presentinhos, são veneradas e reverenciadas com o máximo respeito, ouvem poesias, músicas... Tudo isso até às 00h. Depois disso, bem... voltam à sua vida pacata esperando o Dia das Mães, data mais próxima em que o Mercado irá lembrar-se em dedicar à mulher mais uma homenagenzinha. Claro que esse pensamento serve para as mulheres que vivem de presentes, que pensam que o reconhecimento se dá pelo o que a televisão quer transmitir. Àquelas que sabem seu real valor, este dia - e todos os outros dias comemorativos - de nada conta, afinal, são mulheres diariamente, mãe 24h, esposas, estudantes, trabalhadoras...



Pena que o que muito de nós, mulheres, não sabemos, é que este dia internacional da mulher é, na verdade, um dia da mulher Comunista. Isso não sou eu quem digo, mas a História.

Conta-nos, aliás, esta História, que mulheres operárias que viviam em um regime quase que escravo resolveram rebelar-se, contrariando a decisão do Partido Socialista, que não via naquele momento uma oportunidade para greve. Mas a mulherada não quis saber: colocaram a boca no trambone. Foram assassinadas e suas mortes estouraram a Revolução Russa.

Claro que o que conto é a grosso modo, porém, você pode ler mais no artigo de Eva Alterman ou do Partido Democrático Trabalhista. Aliás, lendo-os, você verá que este papo de mulherada queimada está mais pra mito do que verdade. Ou melhor: está mais para tornar o Comunismo/Feminismo em Movimentos/Ideologias heróicas sob intuito de esconder as mentiras que sempre nos contam.

Então, o que posso desejar às mulheres hoje? Tudo o que desejo diariamente: que sejam felizes, que dediquem-se diariamente às suas tarefas, que honrem-se e que não se vendam às mentiras ideológicas.

Termino deixando este vídeo . Creio que todas as mulheres que assistirem, de alguma forma, se identificarão muito mais que qualquer dia da Mulher Comunista.

Pax!