Exorcismo

Padres Exorcistas explicam

Consagração a Virgem Maria

Escravidão a Santissima Virgem, Orações, Devoção

Formação para Jovens

Espiritualidade, sexualidade, diverção, oração

8 de mai de 2012

VIDEO Padre Rodrigo Maria - Homilia de Ano Novo (Como chegar ao Céu)


Pregação Maravilhosa de Padre Rodrigo Maria.




RAINHA DOS APOSTOLOS CAMISETAS
CAMISETA SÃO LUIZ MARIA G. MONTFORT
POR APENAS R$24,90

Bento XVI: A Igreja tem papel essencial em universidades


VATICANO, 07 Mai. 12 / 12:11 pm (ACI/EWTN Noticias)

Ao reunir-se nesta manhã em audiência com os Bispos dos Estados Unidos, que estão em Roma em Visita Ad Limina, o Papa Bento XVI exortou às instituições católicas a ajudar com o magistério da Igreja a superar a atual crise que vivem algumas universidades.

No seu discurso, o Santo Padre indicou que “o reconhecimento da fé, da unidade essencial de conhecimento, cria uma fortaleza contra a alienação e a fragmentação que se verifica quando o uso da razão fica de lado na busca da verdade”, e neste sentido, “as instituições católicas têm o papel especial de ajudar a superar a crise atual das universidades”.

Todo intelectual cristão e toda instituição educativa católica “devem estar convencidos e desejosos de convencer a outros de que nenhum aspecto da realidade permanece alheio ou não afetado pelo mistério da redenção do Senhor”, adicionou.

Bento XVI chamou os Bispos a reforçar a formação dos corações dos norte-americanos, e assinalou que “o desafio mais urgente que devem enfrentar as comunidades católicas no seu país é formar uma sólida educação de fé na juventude”.

“A tarefa essencial de uma autêntica educação a todos os níveis é a transmissão do conhecimento”, mas também “formar os corações”, indicou.

O Santo Padre assinalou que “muitas vezes, parece que as escolas católicas e os colégios falharam em exortar aos estudantes a apropriar-se de sua própria fé como parte de seu próprio crescimento intelectual. E está comprovado que muitos estudantes estão ligados à família, à escola e à comunidade, que antes facilitava a transmissão da fé".

"Portanto, se pede às instituições católicas que criem uma rede de apoio ainda maior”.

Bento XVI afirmou que os estudantes “devem ser alentados a desenvolver uma visão de harmonia entre fé e razão que possa guiar a vida. É essencial o papel desenvolvido pelos professores que inspiram a outros com seu amor evidente a Cristo”.

“Existe a necessidade constante de equilibrar o rigor intelectual em comunicar a riqueza da fé da Igreja através da formação dos jovens no amor de Deus, a prática da moral cristã, a vida sacramental e a oração pessoal e litúrgica”.

O Papa adicionou que a questão da identidade católica, mais além do âmbito universitário, requer “muito mais do que o ensino da religião ou a simples presença de uma Pastoral nos campus”.

Bento XVI sublinhou que o maior desafio intelectual e cultural da sociedade norte-americana é a Nova Evangelização e a formação na fé das próximas gerações.

RAINHA DOS APOSTOLOS CAMISETAS
CAMISETA PAPA BENTO XVI
POR APENAS R$23,90

Um mês com Maria - 8o dia

O Paraiso

Aquilo que o olho nunca viu, nem ouvido escutou, nem nunca coração do homem pôde saborear, isto Deus preparou aos que O amam". (I Cor 2,9). O Paraíso é um realidade inimaginável; é a plenitude de todos os bens desejáveis; é o êxtase eterno na visão beatífica de Deus. Santa Catarina de Siena conta de ter sido uma vez raptada à glória dos Céus. Quando, acabado o êxtase, tentou falar; não conseguiu fazer mais nada além de chorar. A quem se maravilhava, a Santa dizia: "Não vos admireis por isso; admirai-vos que ainda estou sobre a Terra depois de ter gozado de tamanhas delícias." Igualmente, São Roberto Belarmino, pensando na felicidade suprema do Paraíso, quando um dia admirava um quadro que retratava os jesuítas, exclamou: "Quero ir ter logo com ele! Embora desta vida! Desejo voar lá com estes."




Vinde, benditos! "Acreditem - dizia São Felipe Néri - o Paraíso não foi feito para os preguiçosos!" Para o Paraíso vão os heróis do amor a Deus e aos irmãos. "O Reino dos Céus exige violência e só os vilentos o conquistam" (Mt 11,12). Só o cristão que é um herói de bondade, de fé, de humildade, de pureza, de obediência, de paciência, de mortificação, pode esperar de sentir-se dizer ao fim do exílio terreno: "Vem, servo bom e fiel: entra na alegria do Teu Senhor." (Mt 25,21). Nos "Atos dos Mártires" está descrito o martírio de São Timóteo. o Santo Mártir, cheio de chagas e torturado na cal viva, ouviu os Anjos que o confortavam: "levanta a cabeça e pensa no Céu que te espera!" Infelizmente para nós é tão fácil nos deixar atrair e dominar pelos bens terrenos... Deixamo-nos seduzir pelas criaturas e pelos prazeres carnais. Por isso devemos lembrar com maior insistência a chamada de São Paulo: "Procurai as coisas lá de cima! Provai as coisas do alto! Não aquelas da terra." (Cl 3,1). Se fizermos como nos diz São Paulo, experimentaremos também a verdade desta frase de Santo Inácio: "Oh, quanto me parece pequena e insignificante a Terra quando contemplo o Céu!" E nos preocuparemos de convencer também outros irmãos a elevar o olhar das criaturas para elevá-lo ao Criador. Seria uma loucura imperdoável perder os bens Celestes e eternos pelos pobres prazeres terrenos e momentâneos. Este mundo para nós é só uma Terra de exílio, de onde devemos conseguir chegar à nossa verdadeira pátria. Basta refletir um pouco sobre esta verdade para compreender melhor uma outra triste realidade desta Terra: o aborto. Com este enorme crime não somente é tirada a vida a uma criança, mas lhe é negada a entrada do Paraíso. Aquela criança irá ao limbo eterno, como nos ensina a Igreja, porque privada do Batismo, sem o qual não se pode entrar no Paraíso: "Quem for batizado, será salvo" (Mc 16,16). "Quem não renasce da água e do Espírito Santo, não pode entrar no Reino dos Céus" (Jo 3,5).
Ao céu... ao céu com ela
A canção popular "Irei vê-la um dia" nos leva a desejar o Paraíso para ver Maria e ficar para sempre com Ela! Santa Bernadete confidenciou que Maria é tão linda que fazia desejar a morte para revê-la. São Maximiliano recebeu os votos de uma rápida morte para logo ir ter com a Imaculada no Céu. E o Santo respondeu agradecendo sentidamente. São Leonardo de Porto Maurício, Apóstolo ardente, chegava a pregar pedindo aos fiéis orações para poder logo morrer e ir ter com a Imaculada. Ele dizia: "Eu desejo morrer para viver com Maria. Recitem 1 Ave-Maria para que eu obtenha a graça de morrer agora e ir ver Maria!" Quando se ama verdadeiramente Maria, o pensamento e a aspiração do Paraíso não dão trégua, porque é lá que Nossa Senhora nos espera propriamente como uma Mãe que espera a chegada dos filhos para tê-los ao redor, na alegria eterna.
Paraíso e Penitência

Não se chega ao Paraíso senão pela 'porta estreita' (Mt 7,14), ou seja, através da penitência. Quando se pedia a São Maximilano de moderar um pouco seu heróico e cansativo apostolado pela Imaculada, ele respondia: "Não é necessário descansar. Descansarei no Céu!" Igualmente quando se exortava São José Calasanz a renunciar a alguma das suas penitências, ele respondia: "Oh, Paraíso! Que força e coragem comunicas a quem em ti quer entrar!" Quando pediam para aliviar-se um pouco, respondia: "Se pode ir ao Paraíso até sem os passeios. O nosso descanso será o Paraíso". Descobriram que usava no corpo um cilício e pergutaram se lhe doía: "é lógico que dói um pouco, mas para ir ao Paraíso, precisa fazer Penitência".
Precisamos de Nossa Senhora
Uma coisa, porém, nos deve consolar: se é verdade que no Paraíso não se vai sem penitência, é verdade também que para ir através de um caminho mais seguro e mais fácil, tende ir com Maria. Veja um episódio: Um Bispo foi ao Pe. Pio e lhe levou um amigo que não era um santinho. Apresentou-lhe, dizendo: "Padre, este amigo gostaria de assegurar-se com um bilhete de ingresso ao Céu. A coisa não é fácil. O que aconselharia, Padre?" Abaixou e abanou a cabeça, e respondeu docemente: "É... precisamos de Nossa Senhora!" Também a São Bernardo aconteceu uma vez que foi se confessar um grande pecador, já presa do desespero porque estava devastado por terríveis pecados. O santo lhe falou da divina misericórdia e lhe abriu o Evangelho que refere a Anunciação, no versículo 30: "Não temas, Maria, porque achaste Graça diante de Deus". (Lc 1) e comentou que Maria achou graça para nós, pecadores. Aquele pobre pecador se reanimou, e logo apos a Confissão foi junto ao altar de Maria e lá achou a perfeita paz. Se amarmos muito Maria, Ela nos doará de dia em dia as graças necessárias para viver de modo digno do cristão, preparando-nos ao Paraíso na separação progressiva desta Terra, até fazer-nos exclamar com São José Cotolengo: "Feia terra, Belo Paraíso!" É necessário, porém, que amemos Maria, empenhando-nos em fazer bem os nossos deveres de cada dia. Santa Bernadete teve pela Imaculada a certeza do Paraíso, e mesmo assim comprtava-se com a máxima perfeição, porque não queria ir ao Céu sem ter sido bem comportada. Lembraram-na, uma vez, da garantia de Nossa Senhora, mas ela respondeu: "Sim, mas sob a condição de que eu faça o necessário pra merecer!" Esforcemo-nos de viver com os olhos sempre fixos no Paraíso, com as mãos em ação para fazer sempre todos os nossos deveres, com o coração cheio de amor e confiança na nossa doce Mãe que nos quer a todos no Paraíso.

Votos
Fazer alguns sacrifícios pelo Paraiso;
recitar os mistérios gloriosos do Rosário;
fazer esmola a um pobre.












Fonte: livro "Um mês com Maria", de Pe. Sefano Maria Manelli