7 de mai de 2010

Papa aos jovens de Turim: Tenham a coragem de fazer escolhas definitivas e vivê-las fielmente!


“O jovem do Evangelho – nós sabemos – pergunta a Jesus: Que devo fazer para ganhar a vida eterna? Hoje não é fácil falar de vida eterna e de realidades eternas, porque a mentalidade do nosso tempo nos diz que nada é permanente: tudo muda, e com grande velocidade. Mudança tornou-se, em muitos casos, a palavra de ordem, o exercício mais emocionante da liberdade, e desta maneira também vós jovens sois levados a pensar que é impossível fazer escolhas definitivas, que comprometem por toda a vida. Mas esta é a maneira certa de usar a liberdade? É verdade que para ser feliz é preciso contentarmo-nos com pequenos prazeres e fugazes alegrias momentâneas, que, uma vez terminadas, deixam a amargura no coração? Queridos jovens, não é esta a verdadeira liberdade, a felicidade não é alcançada assim. Cada um de nós é criado não para fazer escolhas provisórias e revogáveis, mas escolhas definitivas e irrevogáveis, que dão pleno sentido à existência. Vemos em nossas vidas: cada experiência boa, que nos enche de felicidade, queríamos que não tivesse mais término. Deus nos criou em vista do “para sempre”, colocou no coração de cada um de nós a semente para uma vida que alcance algo bonito e grande. Tenham a coragem de fazer escolhas definitivas e vivê-las fielmente! O Senhor poderá chamar-vos ao matrimônio, ao sacerdócio, à vida consagrada, para um dom particular de vós mesmos: respondei-o com generosidade!”
Papa Bento XVIaos jovens de Turim
2 de maio de 2010

0 comentários:

Postar um comentário