13 de mai de 2010

Papa diz que humanidade está ferida e que a fé pode se apagar


O papa Bento XVI disse hoje, no Santuário de Fátima, durante a tradicional procissão noturna das velas e a reza do rosário, que a humanidade "sofre e está ferida"e que a fé corre o risco de apagar-se em muitas partes do mundo, motivo pelo qual pediu paz e concórdia.
Diante de milhares de fiéis, que desafiaram o frio e a chuva na cidade, o papa abençoou as milhares de velas levadas pelos presentes e recitou o rosário na Capela das Aparições.
"Trago comigo as preocupações e as esperanças de nosso tempo e os sofrimentos da humanidade e os problemas do mundo e venho a colocá-los aos pés de Nossa Senhora de Fátima", disse o pontífice.
Bento XVI pediu à Virgem que interceda "para que todas as famílias cristãs ou as que ainda ignoram o Salvador vivam em paz e concórdia".
O papa disse também que em muitas regiões do planeta a fé "corre o risco de apagar-se como uma chama que não é mais alimentada" e que a prioridade dos cristãos é fazer com que Deus esteja presente no mundo "e abrir aos homens o acesso a Ele".
"Não tende medo de falar a Deus e de manifestar sem vergonha os sinais da fé, fazendo resplandecer aos olhos de vossos contemporâneos a luz de Cristo", acrescentou o papa.
Após a reza do rosário, o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, celebrou uma missa na esplanada do santuário.
Bento XVI voltará amanhã ao Santuário de Fátima para celebrar uma missa, à qual espera-se a presença de mais de meio milhão de fiéis, no dia em que serão comemorados os 10 anos da beatificação de duas crianças que presenciaram as aparições de Nossa Senhora do Rosário na cidade, em 1917.
Fonte: Terra noticias

0 comentários:

Postar um comentário