25 de set de 2010

Quem está pos trás do Tiririca?

Segundo o Datafolha, o palhaço Tiririca será o deputado federal mais votado por São Paulo, com cerca de 3% dos votos.
Pela projeção do instituto, chegará perto de 900 mil votos.
 
Isto significa que o palhaço ajudará a eleger muitos políticos do seu partido, o Partido Republicano, e de sua coligação chamada “Juntos por São Paulo”.
 
A coligação é formada pelo seu partido, o PR, e seus aliados, os companheiros do PT, do PCdoB, do PTdoB e do PRB.
 
O PRB é o partido do senador Marcelo Crivella, do Rio de Janeiro, candidato à reeleição e apoiado pelo presidente Lula.
 
Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho de Edir Macedo, proprietário da TV Record, da qual Tiririca é funcionário.
 
Na coligação para a qual Tiririca é puxador de votos, estão candidatos envolvidos no escândalo do mensalão.
Entre eles o deputado Valdemar Costa Neto, que renunciou ao mandato para não ser cassado em 2005, sendo eleito em 2006.
 
E também petistas acusados no processo do mensalão, como João Paulo Cunha e José Genoino Neto.
 
Como o voto é proporcional, isto significa que cada coligação ganha o número de vagas de deputados conforme a sua votação total.
 
O deputado Enéas Carneiro, eleito em 2002 com 1,57 milhão de votos, ajudou a eleger mais 3 ou 4 colegas de partidos, todos com menos de 4 mil votos cada.
 
Em 2006, Enéas foi eleito com 386 mil votos, enquanto a sua primeira suplente, Luciana de Almeida Costa recebeu 3.980 votos e assumiu o mandato em 2007,
quando da morte de Enéas por leucemia.
 
Como dizia o deputado Ulysses Guimarães, jabuti não sobe em árvore. Se ele está na árvore, alguém o colocou lá.
 
 
Cláudio de Oliveira
http://chargistaclaudio.zip.net

0 comentários:

Postar um comentário