7 de mai de 2011

Fanatismo islâmico e covardia ocidental




Caro Internauta, é absolutamente assustador assistir mundo afora as manifestações de amor a Osama Bin Laden. É importante observar que não se tratam de protestos somente no Oriente Médio, mas em todo o mundo muçulmano. Aí, o terrorista aparece como um herói, aparecem críticas à falta de respeito aos direitos humanos por parte dos Estados Unidos por terem matado Bin Laden desarmado, aparece dizeres avisando que o Islã dominará o mundo.

Estes fatos devem nos fazer pensar seriamente!

1. O Ocidente – Europa e Américas – que tanto renega suas raízes cristãs, tanto se enfraquece culturalmente, que se torna cada vez mais anêmico de certezas e de valores, morre de medo dos muçulmanos. Com tal medo e um discurso insosso e falso baseado no politicamente correto, vai deixando que um Islã raivoso, agressivo e fanático mostre suas garras e torne-se cada vez mais perigoso.

2. De modo irresponsavelmente inocente costuma-se dizer que isto não é o Islã, mas um bando de fanáticos que desvirtua a verdadeira face da religião de Maomé. São afirmações muito convenientes seja para o Ocidente covarde quanto para os muçulmanos. Para o Ocidente, porque se mantém na ilusão e se vê desobrigado de agir; para os muçulmanos, porque podem continuar com esta agressividade fanática tranquilamente, pois já percebeu a covardia ocidental.

3. Na verdade, as autoridades “moderadas” do islamismo nada fazem para conter o radicalismo. Pelo contrário, de modo esperto e mascarado utiliza-se desse fanatismo como de uma tropa de choque... Muitas vezes neste Blog já afirmei e agora repito: nossa civilização ocidental, começando pela Europa ateia e cínica, pagará caríssimo por ter traído suas raízes cristãs, que lhe davam coesão, força e uma visão clara e firme da existência, pela qual lutar e viver; pagará claro por não enfrentar com seriedade – sem extremismos e demagogias o problema da migração de muçulmanos; pagará claro por não exigir seriamente que os líderes islâmicos combatam o terrorismo e o fanatismo de seus fieis.

Fonte: http://costa_hs.blog.uol.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário