19 de jul de 2011

Globo resolveu jogar um balde de gelo nos gays de “Insensato Coração”.


Folha

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez.

A Folha apurou que os autores da novela, Gilberto Braga e Ricardo Linhares, foram chamados na semana passada para uma conversa com o diretor-geral de entretenimento da emissora, Manoel Martins. Na pauta: a determinação da Globo para que a história dos homossexuais Eduardo (Rodrigo Andrade) e Hugo (Marcos Damigo) fosse completamente esfriada no folhetim.

Além do corte das cenas, os autores foram instruídos a não carregarem bandeira política, a pararem de fazer apologia pela criação de uma lei que puna a homofobia.

Procurada, a Globo, via assessoria, diz que a televisão é um veículo de massa que precisa contemplar todos os seus públicos e faz parte do papel da direção zelar para que isso aconteça.

Fonte: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/

7 comentários:

  1. Oba! acabando com a pouca vergonha desta novela, vi duas vez e naum gostei tem que acabar mesmo, todos e quaisquer tipos de apologia

    ResponderExcluir
  2. Tenho certeza que as emissoras como a Globo e o SBT estão perdendo a audiência, mostrando esta pouca vergonha, esses autores acharam que iriam agradar o público, mas se deram mau. Muitas pessoas deixaram de assistir essas novelas nojentas, eu sou uma delas. A mídia manipula dados como por ex. o tanto de gente na parada gay só pra dizer que esta todo mundo a favor da pouca vergonha. A mídia em quem diz, se estas cenas estivessem dando audiência tenho certeza que jamais eles tirariam do ar. Graças a Deus existem muitos brasileiros que amam a Família (PAI + MÃE + FILHOS).

    ResponderExcluir
  3. Achei interessante a discussão ser levantada, mas considero que a forma foi um pouco exagerada. Não penso que exista um quadro tão forte de homofobia, penso que a forma que eles colocaram pode acabar gerando um efeito contrário ao esperado, que a homofobia aumente. Mas achei que a novela, nesta questão, teve mais méritos do que deméritos. Ontem vi no JN que um pai foi espancado no interior de São Paulo pq estava abraçado ao filho numa festa, foi vítima da violência gratuita sem mesmo ser homossexual; a cirurgia de recontrução da orelha dele ficara em torno de 25 mil. Penso que precisamos produzir uma aceitação àqueles que pensam e querem viver diferente de nós, uma vez que a adesão cristianismo e à sua vivência devem partir de uma decisão livre e autonoma.

    ResponderExcluir
  4. As novelas exageraram na propaganda homossexual.
    O cristianismo não obriga ninguém a converter-se, mas
    no debate democrático defende o ideal do senso comum:
    Não a imoralidade e o previlégio de minorias.

    ResponderExcluir
  5. O cristianismo não defende o ideal do senso comum; se assim o fosse, o cristianismo estaria a defender o divórcio, que o senso comum defende. A imoralidade a que vc se refere parece ser tudo aquilo que vai contra a moral judaico-cristã... mas e se eu não sou cristão? É vdd que somos contra o privilégio das minorias, assim como somos contra o privilégio das maioria... defendemos a justiça e o respeito às minorias.

    ResponderExcluir
  6. Anonimo,
    Se identifique por favor.

    Desculpa-me, me expressei de forma equivocada,
    quando disse que a Igreja esta do lado do senso
    comum estava me referindo ao caso da novela, donde
    a maioria do povo brasileiro não quer assistir
    toda esta apologia a homossexualidade.
    Concordo com você.

    Sou contra o estado teocrático caríssimo, penso na pluralidade de culturas e religiões e por isso sou a favor da democracia.
    Mas não é porque você não é cristão que você vai chegar
    no meu país de origem e cultura cristã e fazer o que quiser.
    Além disto existe verdades universais que são expostas pela criação independentemente do subjetivismo de X ou Y..E uma destas verdades é que a inquestionável heterossexualidade.

    A Igreja é a favor dos pobres e pequeninos, mas é contra o sistema marxista que quer privilegiar os pobres corrompendo com a verdade revelada.

    Se identifique.

    Em paz,
    Bruno!



    A Igreja é contra o sistem

    ResponderExcluir
  7. Teve uma cena,que o ator que faz o pererinha fala que com sua filha que o casamento é coisa passada,é coisa de idiotas,ele disse que tem raiva de casamento.
    A globo é uma obra do diabo...

    ResponderExcluir