12 de ago de 2011

Maravilhoso Testemunho de um homem que encontrou o amor de Deus


Jesus Cristo é meu tudo e Maria é minha mãe




Testemunho de um jovem que quer fazer o IDE – Ide pelo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.

Pai em nome de Jesus, com a intercessão da Virgem Maria e inspiração do Espírito Santo lhe peço a graça de todos os teus filhos e filhas que lerem esse meu testemunho sejam tocados pelo Espírito Santo e que tudo possa ser renovado na vida de todos, amém.

Paz e Bem, começo meu testemunho com a Palavra de Jeremias 1, 4-9

Foi-me dirigida nestes termos a palavra do Senhor: Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; Antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações. E eu respondi: “Ah! Senhor JAVÉ, eu nem sei falar, pois que sou apenas uma criança,” Replicou, porém o Senhor: Não digas: “Sou apenas uma criança:” porquanto irás procurar todos aqueles aos quais te enviar, e a eles dirás o que eu te ordenar. Não deverás temê-los porque estarei contigo para livrar-te – oráculo do Senhor. E o Senhor, estendendo em seguida a sua mão, tocou-me na boca. E assim me falou: Eis que coloco minhas palavras nos teus lábios.

E assim segue meu testemunho:

O Senhor me escolheu desde o ventre de minha mãe para ser seu profeta e levar a palavra da Salvação aos corações abatidos e salvar as almas com meu testemunho de vida.

Quando meu pai faleceu minha mãe não sabia que estava grávida de mim, e quando ela ficou sabendo que estava grávida entrou em desespero, pois meu pai tinha falecido há pouco tempo e ela tinha mais 6 filhos para cuidar, e agora mais um filho em seu ventre como vou fazer para criá-lo?

Minha família passava por muitas dificuldades financeiras e ás vezes não tinha nem o que comer em casa. Minha mãe queria tomar remédios para que eu não nascesse, mas minhas tias não permitiram ela fazer isso, minha mãe disse que quando eu nascer iria me dar para uma de minhas tias para elas cuidarem de mim.

Passou os nove meses da gravidez de minha mãe, e no dia 6 de maio de 1980 nasceu uma linda criança para trazer alegria para minha mãe e toda minha família amada, quando nasci todos ficaram muito felizes e minha mãe mudou seu pensamento de me doar para minhas tias e me amou muito.

Fui crescendo comecei a dar trabalho para minha mãe, eu não gostava de estudar, lembro-me que com 7 anos de idade eu só iria para a escola se minha mãe me desse dinheiro, minha irmã me levava para a escola e quando chegava a hora do recreio eu pulava o muro da escola para soltar pipa e jogar bola na rua com as outras crianças.

Lembro-me de uma noite que eu estava sozinho com minha mãe em casa, eu queria ler a bíblia e não conseguia ler porque eu não sabia, fiquei muito nervoso e comecei a bater a cabeça na parede e me chamava de burro.

Aos 8 anos de idade eu ficava sempre junto com minha querida mãe, tinha dois irmãos que dava muito trabalho para ela, um bebia se drogava, quando ele chegava em casa queria quebrar tudo e batia na minha mãe, minha irmã saia para a festa da carne o (carnaval) só voltava na quarta feira de cinzas.

Com isso minha mãe foi ficando doente com insônia, passava noites e noites em claro e entrou em depressão, eu sempre dormia no beliche junto com minha mãe, nas madrugas eu sempre ouvia ela rezando o terço e pedindo ajuda de Deus para ter Paz e conseguir cuidar dos seus 7 filhos… Ela sempre nos consagrava a Nossa Senhora.

Um dia meu tio veio em casa e nos levou em um terreiro de macumba, nossa fiquei muito assustado vendo aqueles homens e mulheres dançando umas danças feias e horríveis àquelas batucadas que fiquei com medo, começaram a falar umas coisas para minha mãe e jogaram umas coisas nela e disseram que o nome dela estava na boca do sapo.

Passou uns dias dessa consulta ela ficou pior, ai que não dormia mais mesmo, lembro de quando eu estava com 8 anos de idade acordei às nove horas da manhã com uma voz pedindo para eu olhar debaixo da cama, quando olhei encontrei um facão, peguei o mesmo e minha mãe começou a gritar para eu lhe dar o facão, disse que não iria dar e sai correndo, ela veio atrás de mim para tomar o facão quando vi minha cunhada entreguei o facão para ela, essa foi a primeira vez que minha mãe tentou se matar.

Eu sai para ir à escola às 12 horas minha mãe estava dormindo, voltei da escola às 17h40min hora, ela ainda estava dormindo, eu e meus irmãos achamos estranho que nossa mãe não acordava, acordamos ela às 19 horas, e perguntamos o que aconteceu que ela estava dormindo até àquela hora, ela nos disse que tinha tomado vários compridos para morrer, essa foi à segunda vez que minha mãe tentou se matar.

Passou mais um tempo minha mãe pegou um ônibus e foi para a estação de trem, ao chegar na estação ela queria se jogar na linha do trem, quando os seguranças perceberam seguraram minha mãe para não se jogar, eles foram até em casa levar minha mãe e disse o ocorrido para meus irmãos, essa foi à terceira vez que tentou se matar.

Numa madrugada meu irmão acordou ás 4 horas da manhã e sentiu de sair para fora de casa quando viu minha mãe colocando a corda no pescoço para se jogar no poço que tinha no quintal de casa, meu irmão foi correndo e pegou nossa mãe pelo braço e a levou para dentro de casa, essa foi a quarta vez que minha mãe tentou se matar.

Quando eu estava com 9 anos de idade, minha mãe foi à casa de minha amada irmã na cidade de Osasco e perguntou a para minha irmã se caso acontecesse algo com ela, se minha irmã poderia me levar para morar com ela, minha irmã não disse nada… Passou um tempo minha mãe foi ficar alguns dias na casa de minha tia, quando numa manhã ela acordou bem cedo e saiu sem que ninguém a visse, ela foi direto para a estação de trem, quando chegou na estação veio o trem minha mãe se jogou na frente do trem e foi lançada longe e morreu na hora, essa foi a quinta e ultima vez que minha mãe tentou se matar ela faleceu no ano de 1990, eu já estava com 10 anos de idade quando aconteceu essa tragédia, lembro como se fosse hoje eu estava todo feliz brincando com meus coleguinhas no recreio da escola correndo pra lá e pra cá, quando vi minha irmã e minha prima vir ao meu encontro e falaram que eu tinha que ir embora para casa, no caminho elas começaram a chorar e perguntei o que foi elas me disseram que minha mãe havia morrido, nossa aquele dia foi o pior dia da minha vida perdi a pessoa que mais amava na vida minha amada mãe que Deus me deu, comecei gritar chamando por minha mãe e chorava muito, quando chegou o corpo à noite em casa eu olhei só um pouco e não consegui mais ficar no velório, meus tios me levaram para a casa deles, velou a noite toda o corpo de minha mãe e no outro dia de manhã eu nem consegui ir para o cemitério enterrar minha amada mãe.

Quando passou todo esse sofrimento do velório minha amada irmã Dalva e meu amado cunhado Wagner pediram para eu arrumar minhas malas para morar com eles em Osasco.

Passou um tempo eu fui me tornando uma criança triste e depressiva, só queria ficar isolado no quarto, não conversava com minha família, sempre chorava com saudades de minha mãe e fala porque isso foi acontecer.

Comecei a fazer novas amizades na escola e na rua e fui dando trabalho para minha irmã e cunhado. Comecei a sair com 15 anos de idade, andava com más amizades, comecei a pichar, assistia muitos filmes pornográficos, bebia e misturava todo tipo de álcool, saí na sexta feira ás 22 horas e voltava às 6 da manhã bêbado e no sábado era a mesma coisa, lembro que minha irmã me acordava às 9 horas da manhã do domingo para eu ir a Santa Missa, eu ia, mas com raiva e ficava no fundo da Igreja conversando, quando o padre dava a benção sai correndo para ir embora logo.

Eu gostava muito de ficar com as mulheradas na madrugada, só não peguei doenças graves porque Deus me protegeu.

Meu momento de alegria era passageiro, bebia e sai com mulher para fingir que eu era feliz, mas quando eu ficava na solidão do meu quarto eu era a pessoa mais infeliz do mundo, passava vários pensamentos ruim em minha cabeça de se matar.

Lembro-me de quando eu estava com 17 anos numa sexta feira eu estava passando pano na cozinha quando chegou uma amiga com uma ficha de retiro de primeira experiência falando que já estava tudo pago e que era para eu ir nesse retiro. Falei para ela que não iria porque eu tinha ganhado um convite para ir à formatura de um amigo, senti algo me pedindo para ir à formatura anjo do mal vai à festa porque lá vai ter um monte de mulher bonita, muita bebida, músicas, etc. Depois senti algo dentro de mim anjo do bem dizendo, vai ao retiro, fiquei olhando a ficha e fui tocado de preencher e ir ao retiro.

No sábado de manhã vi um bando de doido gritar, levantar as mãos, chorando, caindo no chão (repouso), falando umas coisas estranhas (oração em línguas). Na parte da tarde também não senti nada, mas quando foi à noite na oração de cura interior na capela, uma senhora começou fazer muitas orações e ai comecei a me lembrar de minha mãe que tinha morrido, comecei a chorar pensando, nossa as pessoas dizem que quando uma pessoa se mata vai para o inferno, ai que chorei mais ainda, pedindo a Deus perdão pela morte de minha mãe. De repente, aquela mulher começou a falar o que eu estava pensando, eu disse nossa como essa mulher sabe o que eu estou pensando sobre minha mãe, ela disse: aqui no nosso meio tem um jovem que esta chorando com muita saudade de sua mãe e quer saber onde sua mãe esta, Deus manda lhe dizer jovem que sua mãe esta no colo de Nossa Senhora no céu. Nossa, eu comecei a chorar, depois senti um voz me dizer no coração que nunca mais eu iria ter aquela vidinha de pecado e não iria mais correr pelas coisas desse mundo. Eu vou te usar para salvar as almas, pregar o meu Santo Evangelho. Muitos se converterão com seu testemunho de vida, amados nossa foi tremendo eu sai do retiro com um amor por Jesus, marquei um horário das 15h00min ás 17h30min com Deus todos os dias na Igreja Paróquia do Espírito Santo em Osasco, irmãos eu nem sabia rezar o terço comecei com Rosário todos os dias eu rezava e adorava JESUS VIVO na EUCARISTIA. Todos perceberam a mudança em minha vida, meus familiares falavam que eu estava ficando fanático, e meus amigos diziam que eu estava ficando louco com esse negocio de Igreja, RS, rs. Mas eu não estou nem ai até hoje pelo o que as pessoas dizem de mim, o que importa é eu buscar e AMAR o meu SENHOR e minha MÃE A SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA e ficar firme na Doutrina dos Apóstolos a Santa e Única Igreja Católica Apostólica Romana.

Comecei a participar da minha amada RCC – Renovação Carismática Católica, eu ia toda quinta feira e aos sábados para Grupo de Oração às vezes eu pulava o muro da escola para não perder o grupo de oração, rs,rs,rs.

Um dia eu estava no trem com mais um amigo e senti de pregar o Evangelho, eu disse se for de Deus isso que estou sentindo confirma no meu amigo Senhor, ele olhou para mim e perguntou você esta sentindo o que eu estou sentindo? Eu disse o que você esta sentindo? Cinto de pregar aqui no trem, eu disse amém, eu confirmo. Pregamos a poderosa palavra de Deus naquele trem e todos foram impactados com a pregação, aconteceu um grupo de oração dentro do vagão amados, Deus curou muita gente e os jovens foram tocados porque eu disse alguns anos atrás minha mãe se matou aqui na linha desse trem e hoje jovens por amor a JESUS, e a alma de cada um que se encontra aqui, venho nessa tarde lhe pregar o Evangelho da nossa salvação, deixe o Espírito Santo de Deus mudar a sua vida hoje amados jovens, rompa com todo tipo de pecado e aceite JESUS na vida de vocês. De valor aos vossos pais e vossa família amada, alguns começaram a chorar. Nossa foi uma benção a missão nesse dia. E têm mais lugares que deixei Deus me usar para salvar as almas, hospital, traficantes, favelas, ônibus, casas, escola, etc.

Mas agora que estou em Cristo que começou as provações e mais perdas, aquele irmão que disse que deu muito trabalho para minha mãe faleceu, ele tomou veneno de rato.

Comecei a namorar uma protestante de berço, os pais eram pastores, no começo do nosso namoro eu disse para ela, olha: não aceito que fale mal de minha Santa Igreja, e nem de Nossa Senhora, se você quiser te deixo em sua religião, mas eu não vou com você, sem eu forçar nada ela começou a ir comigo nas Missas e foi perguntando sobre a Santa Doutrina da Igreja e ela mesma pediu para se Batizar, fez a Primeira Comunhão e a Crisma. Nós nos casamos no dia 01 de setembro de 2007, lembro-me um dia que eu estava dormindo e minha esposa me acordou na madrugada para nós orarmos por minha irmã, começamos a orar a meia noite ela pediu uma palavra e veio sobre livramento, quando deu uma da manhã fui dormir, no sábado resolvemos visitar essa minha irmã em Carapicuíba, primeira coisa que perguntei para ela se na quarta feira da meia noite tinha acontecido alguma coisa, ela não me respondeu nada, eu disse para minha esposa conversa com ela ai, e eu fui orar nos cômodos da casa. Depois quando fomos embora para nossa casa, minha esposa me disse que minha irmã tinha colocado chumbinho na boca e queria se matar, na madrugada de quarta feira e não conseguia engolir os chumbinhos. Deus é poderoso minha irmã foi liberta e não se matou.

Com 4 meses que estava casado minha esposa passou mal e deu um AVC nela, ficou na UTI 2 meses, e no dia 06 de abril de 2008 ela faleceu hoje ela esta no céu intercedendo junto com a Virgem Maria para eu fazer a missão e salvar muitas almas para Deus.

Digo para todos que vão ler esse testemunho, em especial aos jovens que valorizem vossos Pais, porque depois que eles morrerem não adianta ficar chorando mais não. Deixa o Espírito Santo tocar seu coração Jovem e mudar sua vida com meu testemunho, peça hoje mesmo perdão a seu Pai e a sua Mãe por todo sofrimento que eles passam por sua causa.

Hoje já faz 18 anos que estou firme na Fé Católica e buscando a cada dia minha salvação, pela misericórdia de Deus estou na vice-coordenação do Grupo de Oração El Shaddai em minha Diocese de Osasco.

Certo dia eu estava orando em meu quarto e senti de escrever uma carta a Deus pedindo uma mulher em minha vida que esteja comigo na missão e que me faça crescer em todas as áreas, escrevi essa carta para Deus de como quero essa mulher com as características que pedi a Ele.

Um belo dia fui convidado para pregar no Grupo de Oração Bom Pastor em Carapicuíba, preguei a poderosa palavra de Deus e lá estava a mulher que pedi a Deus, como pedi na carta que escrevi. Nos conhecemos, oramos juntos e para a honra e glória do nome Santo de JESUS e MARIA começamos a namorar com minha amada Janaina e hoje estamos noivo, ela esta sempre na missão salvando as almas para o céu junto comigo. Saiba amados que Deus escuta nossas orações e le as cartas que escrevemos para ele.

Não disse o meu nome no começo do testemunho para deixar vocês curioso, RS, mas meu nome é Joaquim Ferreira do Nascimento Filho, hoje com a graça de Deus estou cada vez mais firme na Fé, procurando sempre os sacramentos da Igreja Católica e amando cada vez mais a minha Mãe Maria Santíssima que está todos os dias comigo e passando a frente de cada missão que faço.

Pai em nome de Jesus eu lhe peço para que aconteça um grande avivamento espiritual na Santa Igreja Católica, Senhor levanta os profetas da ultima hora, homens e mulheres de Fogo que não tem medo de derramar o sangue por Jesus e pela Santa Igreja Católica… Jesus levanta homens como Pedro, Paulo, João, Jeremias e Maria Santíssima para incendiar o mundo pregando o Santo Evangelho da Salvação.

Deixo aqui meu e-mail para contato:

deusefieljoaquim@hotmail.com,

joaquimrcc@uol.com.br

blog http://grupooracaoelshaddai.blogspot.com/
O NOSSO LUGAR É O CÉU.

Abraço fraterno,

Joaquim Ferreira

11- 6403-6503 – vivo

11- 6271-6696 – oi

0 comentários:

Postar um comentário