7 de out de 2011

AIS pede "falar e rezar em voz alta" diante da condena à morte de um cristão no Irã


LONDRES, 06 Out. 11 / 08:49 pm (ACI/EWTN Noticias)

O diretor no Reino Unido da organização internacional católica Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) assinalou que é momento de "falar e rezar em voz alta" diante do caso de Yousef Nadarkhani, o cristão converso do Islã ao cristianismo no Irã que foi condenado à morte por essa razão.

Neville Kyrke-Smith assinalou sobre este caso que "se necessita uma voz pela Igreja que sofre em silêncio. Por mais de 60 anos Ajuda à Igreja que Sofre falou com força quando outros temeram fazê-lo".

"Agora é momento de falar e rezar em voz alta pelos cristãos que estão sob a opressão", acrescentou.

Kyrke-Smith disse que Yousef ainda enfrenta a possibilidade de ser executado, acusado já não de apostasia mas de "sionismo", extorsão e crimes contra a segurança pública chegando a ser considerado um "espião de Israel".

Em opinião do diretor da AIS, "a decisão de executar o Pastor Nadarkhani não se justifica em nome de nenhuma religião. É um ato totalitário pois quer eliminar um homem para dissuadir outros de não opor-se ao regime".

"Todos os que amam a Deus –sem importar sua fé– devem unir-se em oração para reverter esta decisão. A comunidade católica não pode permanecer estática enquanto este sofrimento continua", disse.

Embora diferentes peritos do Oriente Médio afirmem que a decisão é inconstitucional e apesar de que o advogado do cristão, Mohammed Ali Dadkhah, acredite que exista um "95 por cento de probabilidades de que (Nadarkhani) seja absolvido”, algumas fontes asseguram que as autoridades iranianas executarão o pai de família converso para "evitar que outros sigam seu exemplo".

1 comentários:

  1. Estamos vivendo os ultimos dias,a furia do inimigo se levanta para calar a boca daqueles que proclamao a salvacao em Jesus Cristo.Irmaos vamos nos unir e ficar firme em todo o tempo.A todos os cristaos ,segura na mao de Deus e procigamos.... Xxx

    ResponderExcluir