28 de out de 2011

O analfabeto político

Sempre, em todo e qualquer debate, digo às pessoas que o Brasil não vai pra frente, pois o brasileiro não entende lhufas sobre política. No Brasil, se o presidente dá esmola, então é um bom político. E daí que ele roube? Roubou, mas fez. Construiu duas escolas em quatro anos, reformou um hospital de dez que há na cidade - e que precisam de reforma -, construiu mil casas, quando podia fazer vinte mil. Não se dão conta que, o dinheiro todo que ele roubou foi do nosso bolso, dinheiro este que poderia fazer tantas outras coisas muito melhores. Mas o brasileiro não liga pra isso. Estufa o peito e diz: 'não gosto de política!" Tolo e estúpido.

O brasileiro não tem consciência política. O brasileiro tem preguiça de pensar sobre este assunto. É mais interessante falar sobre as bobageiras da internet a decidir seu futuro. Pra ele, se o Brasil for hexa, bênção! Mas se o Brasil cair numa ditadura comunista; se o Brasil virar Cuba; se entrar numa inflação sem volta, não tem problema, pois ele nem sabe o que é isso. Direita e esquerda são coisas que não estão no dicionário do brasileiro, a não ser, é claro, para orientar-se na estrada, no carro que ele comprou em duzentas prestações e que, a cada parcela, juros tão acumulados que poderia dar entrada em outro veículo. Mas ele não pensa sobre isso. Ele quer o hexa!

Reclamam tanto da educação, mas não sabem o que acontece com ela. Mal vão às reuniões dos seus filhos na escola. Concordam com tudo. Está tudo bem, desde que o professor concorde. Afinal, ele - o professor - estudou pra isso. Então, não há o que discutir, inclusive, a incompetência intelectual do professor.

Saúde? Segurança? Isto também não se discute. Discutir pra quê? Vai ficar tudo assim mesmo. Nunca vai mudar. É forever and ever! A gente é que se acustume, que é pra não estressar...


O vídeo abaixo retrata o pior analfabeto que tem: o analfabeto político. Esse sim é, sem dúvida, o pior... e o que mais tem.


0 comentários:

Postar um comentário