5 de dez de 2011

Veja a Atrocidade do Aborto

Mãe ao tentar matar filho doente, por engano mata o saudável


Mulher grávida de gêmeos vai abortar só uma das crianças e por engano acaba matando a outra.

Em um dos bebês de uma mulher australiana grávida de gêmeos foi detectado problema cardíaco que o levaria a várias cirurgias durante a vida; o que a mãe decide fazer? Abortar somente este bebê com problema, ficaria assim apenas com a criança saudável;

Porém, a injeção de veneno, por engano, foi aplicada no bebê saudável.

O que assustou você nesta notícia? o fato da mãe ter matado o filho errado ou por ter planejado eliminar uma criança porque tinha uma fragilidade?

A direção do hospital disse que isso foi uma “Terrível tragédia”. Pergunto: Querer matar a criança doente então é perfeitamente aceitável? A tragédia está apenas em terem errado o alvo?

O Ministro da saúde Australiano disse: ‘Eu estou muito determinado para chegar até o fundo do que deu errado’

O que deu errado Ministro? Seria o fato de, deliberadamente, planejar matar seres humanos indefesos? O que deu errado Ministro foi a seleção eugênica que elimina os defeituosos, exatamente como Hitler fazia. Eu disse EXATAMENTE.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/inquerito-apura-aborto-por-engano-de-gemeo-saudavel-na-australia.html


15 anos e 150 milhões de dólares depois…

por Lenise Garcia

15 anos e 150 milhões de dólares depois… a Geron desistiu das pesquisas com células-tronco embrionárias. Não é uma empresa qualquer. Foi a pioneira no ramo, e detém a patente para o uso dessas células em lesões de coluna e vários outros problemas médicos.

Previsível? Depende do ângulo de observação. Há pouco mais de um mês, em um texto destinado a investidores publicado (em inglês) em seu site, a linguagem continuava otimista. Diziam, por exemplo:

” Temos o prazer de anunciar que a menor dose prevista de GRNOPC1 (OBS - nome técnico da célula-tronco em teste) foi administrada a 4 pacientes com lesão completa da medula espinal torácica, disse Stephen M. Kelsey, M.D., Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Geron e Chefe da equipe médica. Até agora, GRNOPC1 foi bem tolerada, com nenhum evento adverso sério.

Dada a desistência depois de tão pouco tempo dessa publicação, alguns especulam o que significa sério na expressão “nenhum evento adverso sério”.

Também é de se notar a quantidade de advertências que fazem ao final do texto, sobre os sérios riscos, se não para os pacientes, sim para os investidores.

A página inicial sobre esses testes mostra uma animação com o tratamento de um camundongo. Duas coisas chamaram-me a atenção: que a lesão do camundongo era parcial, ou seja, ele mexe as patas traseiras antes mesmo do tratamento; e que usem uma animação, em lugar de um vídeo real com os experimentos em camundongo.

Outro dado importante é que a previsão de término desses primeiros testes em humanos era outubro de 2012. Ou seja, estão desistindo antes mesmo da conclusão.

No entanto, se perguntarmos aos cientistas que mantém o site de Bioética em Células-tronco DoNoHarm, veremos que não há surpresa alguma em relação a (falta de) resultados da Geron.

Eu também não fiquei surpresa. Já falávamos sobre as poucas perspectivas das células-tronco embrionárias na Declaração de Brasília.

Christopher Reever

Christopher Reeve, talvez felizmente, morreu sem saber que vivera duas ficções: o super-homem e a super-célula. Já Daniel Heumann, integrante do conselho de administração da Fundação Christopher e Dana Reeve, teve oportunidade de dizer ao “Washington Post”: Estou enojado. Deixa-me doente ver eles pegarem as esperanças das pessoas e depois tomarem essa decisão apenas por questões financeiras. Estão nos tratando como ratos de laboratório.

Como se vê pelos dados que indiquei acima, não parece que as questões sejam apenas financeiras. Mas eu tenho uma sugestão aos membros da Fundação Christopher e Dana Reeve. Venham investir aqui na Bahia, onde trabalham com células adultas, sem matar embriões, e onde um (ex?) paraplégico já deu os seus primeiros passos . foto abaixo:

fonte: http://brasilsemaborto.wordpress.com/2011/11/27/15-anos-e-150-milhoes-de-dolares-depois/

0 comentários:

Postar um comentário