12 de jan de 2012

Jean Wyllys retira todos os comentários de protestos postados em seu perfil no Facebook


Jean Wyllys retira todos os comentários de protestos postados em seu perfil no Facebook

5Após a denuncia de vários blogs católicos, uma enxurrada de mensagens de protestos foram colocados no perfil do deputado Jean Wyllys. Senti orgulho de ser católico ao ver tantos valorosos soldados de Cristo defendendo com bravura a Santa Igreja.

Todavia, a covardia deste senhor, embebido pela vaidade e arrogância, bem como a doença mental esquerdista da mentalidade revolucionária o fez retirar todas as mensagens de protesto. Um ato covarde que mostra muito bem o baixo caráter, a má formação moral deste senhor, seu absoluto despreparo para exercer qualquer cargo público ou privado.

Este cidadão que busca a tal “igualdade”, não suporta opiniões contrárias a suas, nem críticas e nem discursos que pulverizem suas ideias vazias, repletas de slogans e propaganda revolucionária já por muitas vezes refutadas.

O caso aqui em questão é muito grave. Acusar um chefe de estado e líder da maior instituição caritativa e assistencialista do planeta terra em todos os tempos é um crime. Mais criminoso ainda é a motivação que o fez cometer esse crime, que foi o puro ódio insano, fundamentalista e ditatorial, demonstrado por este ato antidemocrático e patético.

O “nobre” deputado Wyllys mostra que sua causa está muito distante de querer direitos para os homossexuais, mas muito próxima ao desejo de implantar no Brasil uma república popular aos moldes da existe hoje em Cuba, país de seus ídolos Fidel Castro e Ernesto “Chê” Guevara. Não digo aqui de maneira nenhuma que o senhor Jean Wyllys tenha a sanha assassina de seus ídolos, pois não observei atitudes concretas nesse sentido. Porem, é fato e notório que o senhor Wyllys nutre um ódio profundo e arreigado contra o cristianismo. Sentimento esse que sega-o de maneira a não permitir que veja pela quantidade de comentários postados em seu perfil no Facebook o tamanho da brutalidade cometida contra os católicos brasileiros.

Este episódio mostra a incompetência e a incapacidade deste senhor de ser um homem público. Uma das regras mais elementares do homem público é expor suas ideias sem medo das críticas que elas possam sofrer. Se o senhor Wyllys não está preparado para ouvir oposições a suas teses, que fique fora da vida pública. O deputado Bolsonaro ao ser acusado de racista e “homofóbico” não teve medo de dar sua cara a tapa na imprensa que dia após dia massacrou-o com a perseguição e o patrulhamento ideológico outra regra importantíssima do homem público é o compromisso com sua palavra. Se o deputado não tem compromisso com o que diz, ventilando palavras acusatórias auleu sem ter conhecimento e base para sustentar-las, mostra que esta regra básica e importantíssima da vida publica e também da vida intelectual lhe falta.

Essa tônica xenófoba dos ativistas gays, representados aqui na pessoa do senhor Wyllys, com relação aos cristãos mostra o perigo que representa projetos como o PL-122 para a ordem pública e constitucional do país. As agressões a religião promovidas por militantes da causa gay, como as Irmãs da Perpétua Indulgência, que acontecem em todo o mundo demostram o que digo.

Aproveito este artigo para felicitar todos os bravos católicos que ontem defenderam com valor a Fé Católica de sempre e o Santo Padre contra todos aqueles que insistem em destruir-lo, mas sempre em vão. “As portas do inferno não prevalecerão”, nos promete Nosso Senhor Jesus Cristo ao fundar a Igreja Católico sob a Sé de São Pedro. Porem, devemos lembrar que as batalhas são ganhas por meio de luta. Não só este episódio tem que nos indignar, mas qualquer ataque que a Igreja sofra, seja por dentro ou por fora, os inimigos de Cristo devem perecer não pela violência física ou mental, mas pela força da oração e da pregação intrépida e fiel ao Magistério Perene, ainda que para isso precisemos empregar nossas vidas, bens, liberdade, reputação e honra.

Deus lo Vault, Deus o Quer era o brado dos cristãos ante as cruzadas. É este o mesmo brado do honra e glória que devemos soltar do mais profundo da nossa alma para seguir a frente, como bravos soldados do Cristo Rei na luta contra as heresias e o paganismo que o mundo de hoje mergulha cada vez mais. Nos vemos nos campos de batalha.

Viva Cristo Rei e Salve Maria!

fonte: http://www.sentinelacatolico.com.br/

1 comentários:

  1. Essas pessoas querem é atenção,são mal informados,tiram conclusões precipitadas,fazem comentários infelizes na verdade eles são os verdadeiros preconceituosos,pois elaboram seus conceitos antes de ter conhecimento do que estão falando elaboramseus pré-conceitos erroneos!!!Robson Itapira São Paulo!!!

    ResponderExcluir