3 de jan de 2012

O Anticristo por Cardeal john Henry Newman


Tradução : Rafael Gonçalves de Queiroz
Quatro Sermões sobre o Anticristo
Cardeal John Henry Newman
Edições O Boi Mudo, Madrid,2010.
A presente exposição da doutrina dos santos padres acerca do Anticristo foi pregada pelo autor(Cardeal Newman) em forma de sermões durante o advento de 1835.Uma notável ilustração de tudo quanto foi dito por Newman em seus 4 sermões é constituída pela seguinte passagem extraída de uma carta do Bispo Horsley escrita antes do século 20:
Nos tempos do Anticristo a Igreja de Deus sobre a terra verá reduzido grandemente o número aparente de seus fiéis devida a aberta deserção dos poderes deste mundo.Esta deserção começará por uma indiferença a toda forma de cristianismo, sobre a aparencia de uma tolerância universal.Mas esta tolerância não procederá de um verdadeiro espírito de caridade e indulgência mas de uma projeto que tem por fim destruir o cristianismo pelo incentivo as seitas.Esta pretensiosa tolerância irá muito mas além de uma justa tolerância a inclusive a que diz respeito as diversas denominações cristãs.Pois os governos pretenderão ser indiferentes a todas e não darão proteção preferencial a nenhuma.Todas as Igrejas conhecidas serão coloadas de lado.Da tolerância das mas pestíferas heresias passarão logo a tolerância do islamismo , do ateísmo e por fim virá a perseguição explícita da verdade do cristianismo.Nesses tempos o Templo de Deus se verá reduzido aos santos , isto é , ao pequeno número dos verdadeiros cristãos que adoram o Pai em espírito e em verdade e que regem estritamente sua doutrina e culto e toda sua conduta , pela Palavra de Deus.Os cristãos meramente de nome abandonarão a profissão da verdade quando os poderes deste mundo o façam.Penso que este trágico sucesso está profetizado pela ordem de São João de medir o templo e o altar e de permitir que o átrio [as igrejas] seja pisoteado pelos pagãos.os bens do clero serão entregues a pilhagem , o culto público será insultado e rebaixado pelos desertores da fé que uma vez professaram[...]Quando esta deserção geral da fé tiver lugar então começara o ministério das duas testemunhas vestidas de saco (Ap.11 , 3) [Os profetas Elias e Enoc que estão ,segundo os padres e doutores da Igreja, sendo mantidos vivos por Deus - segundo as escrituras eles não morreram mas foram arrebatados- até que aparecerão misteriosamente para pregar contra o Anticristo e então mortos].O esplendor externo das Igrejas desaparecerá , elas não terão apoio dos governos , não receberão honras , nem imunidades , nem recursos , nem autoridade : só terão a autoridade que nenhum poder humano pode lhes tirar , e que elas recebem daquele que lhes encarregou de dar testemunho.
Oxford , na festa de São Pedro , 1838.



0 comentários:

Postar um comentário