18 de abr de 2010

Invocar Maria como Rainha da Família, pede o Papa Bento em Malta













18.04.2010 - VATICANO.- No marco de sua Visita Apostólica a Malta, com ocasião do 1950º aniversário do naufrágio de São Paulo, o Papa Bento XVI rezou a oração Mariana do Regina Caeli após celebrar esta manhã a Santa Missa na Praça dos Celeiros em Floriana. Em suas palavras prévias o Papa alentou os presentes a invocá-la como Rainha da Família, recordando sua importância como intercessora dos homens ante Deus.




“Quando se dão as graças, quando temos intenções particulares na oração e quando se pede o amparo celestial para os seres queridos, costuma-se recorrer à Santíssima Virgem Maria, Mãe da Igreja e nossa Mãe”, disse o Pontífice, acrescentando conhecer “a especial devoção do povo maltês à Mãe de Deus, expressa com o grande ardor à Virgem de Lha’Pinu”, e manifestando sua alegria por poder “ter a oportunidade de orar diante da sua imagem, trazida até aqui desde Gozo para esta ocasião”.



O Santo Padre deu de presente à Virgem uma rosa de ouro como “sinal de nossa filial devoção comum à Mãe de Deus” e pediu aos presentes que a invoquem “com o título de Rainha da Família, um título acrescentado às ladainhas lauretanas por meu amado predecessor, o Papa João Paulo II, que visitou mais de uma vez estas terras”.



Deste modo agradeceu aos presentes por toda a acolhida, destacando “o ardor de sua devoção e o apoio de suas orações por meu ministério como Sucessor de Pedro”.



Mais adiante fez também uma exortação a que o Apóstolo São Paulo seja um “exemplo de fé firme e valente frente às adversidades”.



Depois da oração do Regina Caeli e a entrega da Rosa de Ouro para o Santuário Mariano de Lha’Pinu, Bento XVI repartiu sua bênção apostólica e se dirigiu à Nunciatura Apostólica para um almoço com os Bispos de Malta.



Fonte: ACI

0 comentários:

Postar um comentário