10 de jul de 2010

Castidade – por João Paulo II (video)



“O corpo, de fato, e ele por si mesmo, sozinho, é capaz de tornar visível o que é invisível: o espiritual e o divino. Ele foi criado para trazer à realidade visível do mundo o mistério escondido desde tempos imemoriais em Deus, e portanto ser dele um sinal”
João Paulo II – Audiência Geral – 20 de fevereiro de 1980
“Somente o homem casto e a mulher casta são capazes de amar verdadeiramente”
João Paulo II – Amor e Responsabilidade, pg. 171
“Somente se pode pensar em castidade em associação com a virtude do amor”
João Paulo II
“A conquista da castidade é um trabalho de longo prazo, deve-se esperar pacientemente para que dê os frutos de alegria na delicadeza do amor que deve trazer. Mas, ao mesmo tempo, a castidade é o caminho certo para a felicidade”
João Paulo II
“Deus colocou como dever de cada homem guardar a dignidade de toda mulher”
João Paulo II
“Escute a sua consciência, que no fundo de si mesmo lhe chama a ser puro. Um lar não é aquecido pelo fogo do prazer, que queima rapidamente como palha seca. Encontros passageiros são apenas uma caricatura do amor, eles machucam o coração e atrapalham o plano de Deus”
João Paulo II
“O homem não pode viver sem amor. Ele permanece um ser incompreensível para si mesmo; sua vida não tem sentido, se o amor não lhe é revelado, se não o encontra, se não o experimenta e o toma como seu, se não participa intimamente nele. É por isso que Jesus revela o homem para si mesmo”
João Paulo II

0 comentários:

Postar um comentário