6 de out de 2010

Ai daqueles que são motivos de escândalos!

"Quem tiver escandalizado um destes pequenos que crêem em Mim, seria melhor para ele que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse submerso no fundo do mar. Ai do mundo por causa dos escândalos! É necessário que os escândalos venham, mas pobres daquele por culpa do qual o escândalo acontece!" (Mt 18,6-7)

Fico me perguntando se alguns Católicos, bem como o Chalita, já leram esta passagem.
Vejam que Jesus diz que ao escândaloso, melhor fosse não ter nascido. São duras as palavras de Jesus? Sim. Mas em Cristo não há meias palavras. Ou é, ou não é. Temos, aliás, o maldito costume de entender Caridade com Mel. Não. Caridade é Amor, e o Amor é Verdade, Justiça. Logo, não podemos admitir - como o próprio Deus não admite - mornidão. Ou quente, ou frio. Ou de César, ou de Cristo.
É lamentável observamos muitos cristãos, que por respeito humano, faltam até aos deveres fundamentais de sua fé, colocando a Democracia acima da fé. Envergonham-se de defender a Cristo para ter cargos altos no governo, de reprovar quem blasfema ou profana coisas sagradas, de dizer às claras quem é e quem não é a favor do aborto, de defender a fé dos ataques e insultos dos inimigos, de chamar atenção de quem dá escândalo, que ofende a Moral Envagélica. Chegam a envergonhar-se de opor-se ao aborto, ao divórcio, à pílula contra a vida humana. Envergonham-se... parece que não sabem fazer mais nada além disso. Porém, além de se envergonharem, tornam-se motivos de escândalos e levam outros tantos a envergonharem-se e a escândalizarem-se juntamente. Torna-se um só pedra de tropeço para tantos!

S. Afonso de Ligori mandou chamar, uma vez, um pecador escandaloso que vivia tranqüilo, operando um grande mal entre os fiéis, sem que ninguém ousasse chamar-lhe atenção. Sabendo disso, mandou chamá-lo, preparando-lhe um truque. Ao entrar no quarto de S. Afonso, o pecador achou no chão um grande crucifixo que lhe impedia a passagem. O homem, perplexo, ouviu do Santo: "Passai sobre o corpo de Cristo! Não é a 1ª vez que o pisais! Já fizestes isso várias vezes com teus escândalos". Vivamente tocado, o homem chorou e em silêncio recolhido, mudou de vida. Quem escandaliza pisa os membros de Cristo. Ele é um perigo público! Precisamos salvá-lo ou dele fugir. S. Paulo advertia o Bispo Timóteo: "Chama publicamente a atenção daqueles que cometem culpas em público". (I Tm 5,20) . Aí eu me pergunto: será que Dilma, que se diz católica, pisaria os membros de Cristo? E o Chalita, com programa na Canção Nova, também pisaria? E nós, católicos e evangélicos, que de forma velada prestam seu apoio a estes abortistas, também teríamos coragem de pisotear Cristo?

Talvez você ainda não tenha compreendido esta reflexão que trago. Explico-me. Ela se pauta neste vídeo , onde a Dilma, numa atitude desesperada, tenta, com apoio de membros de Igrejas - e lá estava o Chalita para "representar" os católicos - provar que é contra o aborto. Um absurdo. Um insulto. Um escândalo.
Entre os "cristãos", não se fazia presente apenas o Chalita, mas o Apóstolo César Augusto, Presidente da Igreja Fonte de Vida, bem como o bispo da Assembleia, Manuel Ferreira, além do ex-Olodum, Irmão Lázaro. Depois de ver este vídeo, convido-o a observar neste outro as falácias de Dilma. Após, reflita: dá para dizer-se Cristão e apoiar a Dilma?

1 comentários:

  1. O Eto está realmente 'sorrindo pra vida', porque defendê-la é algo que sua virilidade não suporta.

    A VIDA SACERDOTAL
    sacerdotibus.blogspot.com

    ResponderExcluir