6 de out de 2010

Para o PT, carnificina é NÃO descriminalizar o aborto


Pois é, Senhoras  e Senhores,

No site do PT está posto que é um dever do Estado descriminalizar o aborto. Ou seja: para o PT está posto, está fechado este tema. Aborto tem que ser sim legalizado.

Neste artigo postado no site (e caso o site retire do ar, você poderá acessá-lo também aqui), a pessoa que escreveu (e que não deu seu nome), disse:

As Centrais Sindicais brasileiras repudiam e manifestam a sua indignação à declaração do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, que afirmou nesta segunda-feira, dia 21, durante sabatina do Jornal Folha de São Paulo, que não mexeria na atual legislação sobre o aborto. Para ele "liberar o aborto criaria uma verdadeira carnificina no país."

É lamentável que um candidato a presidência da República tenha essa postura. Ao fazer essa declaração, ele fecha os olhos para milhares de mulheres que recorrem ao aborto como o último recurso para evitar uma gravidez indesejada e não como um método anticoncepcional.

Observe, Senhoras e Senhores, que para o PT, é lamentável ver que um candidato NÃO QUEIRA legalizar o aborto. Não é mais digno de lamento que uma vida seja, indignamente, lançada fora. É lamentável não aderir à morte! Como bem disse o Padre Paulo Ricardo, quem deseja o aborto, já está morto dentro de si. Realmente. Só alguém podre, caiado, putrefato pode apoiar algo tão infame! Porém, como eles sabem que os cristãos estão na cola, resolveram escrever isto:
 
Não há mulher ou homem que defenda o direito ao aborto, que considere a interrupção da gravidez uma decisão fácil, pelo contrário, é uma decisão difícil para a imensa maioria das mulheres que precisam recorrer a ele, podendo gerar conseqüências tanto físicas quanto psicológicas.

O reconhecimento do direito das mulheres em decidir sobre sua sexualidade e reprodução é o princípio dos direitos humanos e da cidadania que substancia os direitos sexuais e os direitos reprodutivos.

Mesmo papinho da Dilma. Só é difícil para a mulher decidir (como se ela tivesse este direito) se o filho nasce ou não. Mas o Estado tem que intervir porque é questão de direitos humanos. O que é isso? Agora é Direito Humano matar? Pensando assim, posso considerar que Hitler foi o cara mais humano, que lutou com mais bravura, pelos direitos humanos. Parece loucura afirmar isto? Parece, não! É! Contudo, mas louco, esquizofrênico, psicopata, absurdo é ver alguém inverter a jogada apenas por "questões de saúde pública", que de fato não o são.
 
E aí, quando digo que o PT é ardiloso, não o minto. No blog do Reinal Avezedo, tem uma entrevista com o Deputado Luiz Bassuma, que foi expulso do PT após declarar-se contra o aborto. Na entrevista, ele se diz honrado por ter sido expulso nesta circunstância. Pois bem. Qual é a última da Dilma? Dizer-se contra o aborto. Uai: se no site do PT está fechada esta questão, já que o partido é, por motivos ideológicos, favorável ao aborto, porque que ela ainda não foi expulsa???
Viu como querem nos enganar? Ha-ha-ha! Tolinhos! A nós, não!
Pena que há cristãos tolinhos que acham a Dilma uma Madre Tereza! Francamente...
 
Diante disto, quero lançar uma proposta ao PT que está rolando na net. A proposta é a seguinte:
 
Lancemos um desafio à Dilma e ao PT: se eles realmente não são a favor da descriminalização do aborto, se tudo o que temos dito é boatos, então que retirem isso, não só do programa de governo de Dilma, mas das resoluções do partido:

Todo candidato do PT é obrigado a assinar o Compromisso do Candidato Petista, que “indicará que o candidato está previamente de acordo com as normas e resoluções do Partido, em relação tanto à campanha como ao exercício do mandato” (Estatuto do PT, art. 128, §1º[1]).

2. Entre as resoluções que todo candidato se compromete a acatar está uma denominada “Por um Brasil de mulheres e homens livres e iguais” aprovada no 3º Congresso do PT (agosto/setembro 2007), que inclui a “defesa da autodeterminação das mulheres, da descriminalização do aborto e regulamentação do atendimento a todos os casos no serviço público”[2].

[1] Estatuto do Partido dos Trabalhadores, Versão II, aprovada pelo Diretório Nacional em 5 out. 2007, in:http://www.pt.org.br/portalpt/dados/bancoimg/c091003181315estatutopt.pdf

[2] Resoluções do 3º Congresso do PT, p. 82. in: http://www.pt.org.br/portalpt/dados/bancoimg/c091207134809Resolucoesdo3oCongressodoPT.pdf

Se eles não retiram isso das resoluções, não devemos engolir o engodo de que Dilma e o PT são contra o aborto, até porque ela está obrigada, pelo compromisso que assinou, a acatar a resolução de 2007.

Temos que agir rápido, o PT está tentando desqualificar nossa mobilização como "boataria". Será que são boatos documentos do próprio site do PT?

http://www.pt.org.br/portalpt/secretarias/mulheres-16/noticias-95/carnificina-E-nAo-descriminalizar-o-aborto:-um-direito-da-mulher-um-dever-do-estado-9441.html
















1 comentários:

  1. O problema é que hoje o PT manda no Brasil, ninguem consegue derrubar o Lula ou PT.
    A Dilma toda vez que faz pronuncia, sempre fala do governo Lula... e o só dela propria tem? Porque ela não diz a verdade, dizer todo o submundo do PT... desde a sua Acessora que trabalhou seus 7 anos juntas.. e que viu verdadeiramente a riqueza sendo desviada? Engraçado que ela diz não saber nada.. como é conviver 7 anos e não saber nada?

    ResponderExcluir