20 de dez de 2010

As consequências do querer ser Deus.


A renascença, o iluminismo e o protestantismo são “farinhas do mesmo saco”, ontologicamente estas correntes de pensamentos tiveram e têm como meta a virada revolucionaria do teocentrismo(Deus no centro de tudo) para o antropocentrismo(O homem no centro de tudo). Estas escolas de ideologias pagãs usaram linguagens, metodologias e motivações diferentes, mas no fundo da questão se vê nitidamente o homem se colando no lugar de Deus.
Os renascentistas propagandeando a valorização da filosofia grega começaram a enaltecer a arte, a cultura e a filosofia da Grécia antiga, o interessante é que eles evidenciavam exclusivamente o que era pagão na ótica do cristianismo, contrapondo-se integralmente com a moral cristã que era principio cultural da idade média. O que esta por de trás deste movimento renascentista? Um simples desejo de conhecer parte dos pensamentos da Grécia antiga? Obvio que não. Desejavam tirar a credibilidade da filosofia cristã, queriam divulgar a imoralidade, a insanidade e a tirania espiritual, infelizmente conseguiram. Sempre existiram pessoas malvadas na historia da cristandade, mas penso que, depois deste movimento, a maldade e o desejo de se idolatrar ganharam proporções ainda maiores nos corações humanos.
Os iluministas criaram o famoso racionalismo, colocaram a fé e a razão em um ringue de vale tudo e determinou que relacionar a fé e a razão é impossível e intolerável. Este movimento desencadeou rapidamente no ateísmo. Descartes começou tudo com a teoria da dúvida, Kant colocou fogo na lenha com sua limitada metafísica que tira de analise crítica as questões da fé e rapidamente apareceram os materialistas como Karl Marx e os existencialistas ateus como Sartre. Em nome da razão “mataram” Deus, sem prudência alguma os ateus se acharam donos da verdade sobre a existência, em nome da subjetividade determinaram: É mito, é utopia, Deus não Existe. Os Senhores ateus são os seres mais irracionais que já se passou pelo mundo, no mínimo deveriam se calar diante deste mistério que é grande, esta mais do que provado que o mundo não para nesta existência passageira e limitada, é evidente que nossa mente não tem faculdades capazes de compreender a realidade no seu todo e diante de questões tão sérias no mínimo eles deveriam respeitar quem acredita e encararem a real possibilidade da existência de Deus. Mas infelizmente eles não querem isto, querem fortalecer a religião do ateísmo, a religião em que o homem é senhor e deus. Não me venham falar que os meus argumentos não procedem, o ateísmo promove uma liberdade sem limites, prova disto esta no comunismo, este movimento que se declara ateu matou milhões para a implantação do seu regime, onde esta o equilíbrio do ateu?o homem sem submissão a Deus pode tudo, absolutamente tudo.
O que é mais intrigante nesta guerra do homem contra Deus é o protestantismo, em nome de Deus o homem conseguiu se rebelar contra Deus, só pode ser obra do maligno esta atrocidade. Lutero cometeu loucuras, primeiramente não conseguiu separar os desmandos do clero da santidade da Igreja de Cristo, de forma utópica imaginou que o homem poderia interpretar e pregar a revelação de Deus sem se desviar dos verdadeiros princípios revelados e por fim se rebelou contra a tradição apostólica, lembrando que só na tradição se vê a autentica hermenêutica das Sagradas Escrituras. Perceba que em tudo Lutero queria ter a opinião própria, queria romper com o celibato, queria discordar do que a tradição apostólica pensava a respeito da Bíblia, em fim, as atitudes de Lutero não tinha por finalidade a obediência a Um Outro, mas sim o desejo pessoal de fazer a religião se tornar vontade do seu interior. Os frutos do protestantismo são desgraçados desde seu inicio, e hoje não é diferente. Os homens se intitulam apóstolos, a teologia da cruz foi jogada no lixo para dar espaço à teologia da prosperidade, as seitas são verdadeiros supermercados da fé, existe “Igrejas” trabalhando para a maçonaria, defendendo agendas abortistas e dando espaço para que homossexuais preguem o evangelho e Deus cada vez mais deixa de ser Senhor, o senhor da vez se chama homem.
Homossexualismo, pornografia, homicídios, tráfico de drogas, guerras, feminismo, terrorismo, liberalismo, comunismo, pedofilia, aborto e todas as desgraças que existem hoje neste mundo são obras de quatro tipos de culpados. O primeiro é Satanás que promoveu e inspirou tudo, o segundo são os fundadores da revolução como Lutero, Marx e companhia, o terceiro são os que seguiram integralmente estes movimentos os fortalecendo internamente e por fim o quarto tipo são os que frente ao aumento da iniqüidade nada fazem, ficam parados.
Não sei em qual tipo de culpado você se encaixa, independentemente disto é necessário uma ação, uma atitude contra-revolucionaria, um movimento que deve tirar o homem do centro e deixar Deus ser Deus. Este movimento sem dúvidas deve começar dentro de nós, somos educados na escola, pela mídia e em todos os tipos de propagandas para o paganismo, temos que combater contra esta “educação” que mancha as nossas almas. Como fazer isto? Promover dentro de nós as mais belas imagens de Deus, deste Deus que existe e é bondoso, que se fez carne e morreu na cruz por cada um de nós, precisamos promover também belas imagens da Igreja Católica como fiel esposa de Cristo e nossa querida mãe, não esta ditadora retrógada que deseja tirar a liberdade dos seus seguidores e, sobretudo precisamos promover dentro de nós uma aspiração pela eternidade, pela moral, pela prudência, pela ordem, resumindo, pelo evangelho. Depois deste movimento interno devemos fazer movimentos externos, ir para o seio da sociedade pregar a moral, a Igreja e a fé, para que pela intercessão da virgem Maria estes movimentos diabólicos não ganhem ainda mais forças.
Esta chegando o natal, eis um momento oportuno para iniciar este belo movimento que visa dar a Deus a mais bela e merecida adoração. Avante filhos de Deus, pois o Reino de Deus esta próximo.



Salve Maria!
bhc.vida@hotmail.com
Contato missionário: 031-88802212

3 comentários:

  1. Ricardo Silva / Araras-sp21 de dezembro de 2010 20:49

    Eu graças a Deus aprendi amar e adorar a Deus na Santissima Igreja Catolica, sempre acreditei no Papa e nele acredito no Magisterio, na Tradição, na Biblia e que tudo é guiado pelo Esposo da Santissima Virgem Maria, o Espírito Santo. A Igreja Católica Apostolica Romana é o sonho de Deus e nada poderá dete-la.
    Tudo o que se levanta contra a Igreja de Deus é "fogo de palha", será apagado e destruido pelo Poder do Cordeiro Jesus e de Sua Mãe Maria.
    Deus nos proteja.

    ResponderExcluir
  2. O celibato não demonstra respeito ao desejo divino de se casar que homens e mulheres possuem. Por isso aumentam os casos de pedofilia e homossexualismo.


    O que a Palavra de Deus diz sobre os Bispos Verdadeiros de Deus?

    (I Timóteo 3:2-4) – Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, MARIDO DE UMA MULHER, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento; Que GOVERNE BEM A SUA PRÓPRIA CASA, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia.

    ResponderExcluir
  3. o significa o celibato?...
    poxa ..o cara se consagrou totalmente a Deus, cabe a ele honrar sua promessa...o celibato é a entrega de um homem a comunidade, para ser pastor exclusivo desta família q Deus deu pra esse que se pos a disposição ..
    ..tem q ter muito amor a Deus, muita coragem e ser chamado realmente...não ser fruto de uma coisa imposta sendo naquela d algo acostumado induzido por alguem que não seja Deus... é pessoal.

    a Paz de Cristo

    * há muito o que entender, há muito para buscar, a Santa Igreja tem mais de 2000 anos de ação do Espirito Santo, pode confiar nEle.

    ResponderExcluir