1 de jun de 2011

Eles cumpriram o combinado: Gays queimaram Bíblias em Brasília




Após noticiarem em seus site que queimariam Bíblias em Brasília em prol da "liberdade de expressão e fim da homofobia", o alarde na internet foram vários. Em pouco tempo todos estavam sabendo que a comunidade ALGBT armavam um ato criminoso. Sim, criminoso, pois conforme a Lei 2848/40, Art. 208, " Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso" é crime! A Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa. Há ainda um parágrafo único: "Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência".

Ao saberem que a coisa tinha ficado exposta, a comunidade gay afirmou ter sido vítima de hackers. Eu até cheguei a colocar uma nota neste artigo por consideração à verdade, mas estranhei que apenas em dois sites havia saído tal notícia. E ao jogar no Google, os únicos links que aparecem são estes:



Bem... se fosse realmente verdade sobre o 'hackeamento', veríamos isso após. E vimos. Segundo a Pastora Cynthia, por meio de seu twitter, e que acompanhou em Brasília a manifestação contra a PL 122, os ativistas da ideologia gay queimaram as Bíblias. A diferença é que o fariam em frente à Catedral Metropolitana de Brasília, mas partiram para o pátio da UnB, onde polícia não poderia entrar.  Mais informações sobre a manifestação pode ser lida neste site: http://resistenciacristaj.blogspot.com/

A pergunta que não quer calar é: estes ativistas serão presos? Sim, eles serão presos? Porque eles violaram uma lei que, até onde me consta, ainda existe e tem validade neste país. Ou não? Ou então, porque estamos decidindo se damos aos gays toda e qualquer liberdade, mas para o resto de toda a população a colocaremos ao largo, a gente fecha os olhos para este crime e só abre para os que queremos tornar crime?

Pensa comigo: e se fosse um cristão a queimar uma bandeira LGBT? O que aconteceria? Arrisco a dizer que estaria em todos os noticiários, com todas as críticas possíveis e imagináveis, com antropólogos, filósofos e sociológos de plantão defendendo o direito de o homossexual fazer o que bem entender da sua vida. Mas e agora? Onde estão estes intelectuais? Apoiando uma atitude criminosa?

Parece que no Brasil ficou bonito ser feio. Antes as crianças queriam ser policiais. Hoje, bandidos. E amanhã? Gente que não respeita o espaço do outro? Gente que, para ter a 'sua' liberdade, vilipendia a do outro?

Rezemos!

Veja mais notícias sobre a Lei de Homofobia.



0 comentários:

Postar um comentário