5 de jul de 2011

“Beijo homossexual” incomoda a família brasileira, diz nota do SBT ao justificar censura em novela.

A cena de um beijo entre dois homossexuais, que seria exibida no dia 7 de julho na novela “Amor e Revolução”, foi vetada pela direção do canal de televisão SBT.

Em um comunicado oficial, o canal disse que “realizou uma pesquisa para avaliar o desempenho de ‘Amor e Revolução’”. E o resultado “apontou a insatisfação do público” em relação às essas cenas que “incomodaram a maioria das famílias brasileiras”.

Segundo o autor da novela, Tiago Santiago, que teve que acatar a decisão da direção, “há uma preocupação com a audiência mais conservadora”.

O fato do SBT se ver na obrigação de dar marcha ré nessa investida demonstra a força do conservadorismo na opinião pública brasileira, que infelizmente muitas e muitas vezes não é levada em conta pelas mídias. Do outro lado, fica clara a artificialidade da pressão do movimento homossexual, que nada seria se não fosse o apoio aberto e declarado dessas mesmas mídias, para não mencionar os governos.

Para você, leitor, os programas de televisão, em geral, tem se preocupado com a família?


0 comentários:

Postar um comentário