12 de out de 2010

Mais uma bomba contra o PT, Pe. Paulo Ricardo – Em defesa da Vida (VIDEO 12/10)

Pe. Paulo Ricardo convoca todos os cristãos e homens de boa vontade a lutar pela vida. Apoia e confirma as denúncias dos bispos da Regional Sul 1 contra o Partido dos Trabalhadores (PT) em sua tentativa de legalizar o aborto em nosso país.








Fonte:http://padrepauloricardo.org/blog/em-defesa-da-vida/



Contextualização de defesa da vida.
http://www.cnbbsul1.org.br/arquivos/defesavidabrasil.pdf 

9 comentários:

  1. Indio da Costa
    Vice de José Serra

    http://www.youtube.com/watch?v=nIoD6VvX3Ho

    ResponderExcluir
  2. renato aguiar de assis13 de outubro de 2010 11:34

    Caros amigos, Paz e Bem!

    Vivemos um momento que exige coragem, destemor, energia e cortante posição evangélica do SIM e do NÃO. Graças a Deus, religiosos tem se levantado contra a cultura do morte que pretendem implantar no país. Estamos, pois, diante de uma guerra (por enquanto, espiritual) entre as forças do BEM contra as forças do MAL. Por fim, "o imaculado coração de Maria triunfará" (1917-2017).
    Feliz a nação cujo Deus é o Senhor!

    ResponderExcluir
  3. ...enquanto o Padre Paulo denuncia os erros do PT....a alta cípula da Canção Nova, resolve ficar em cima do muro....estranho não? Ou acreditamos em Providência Divina ou na providência política....Monsenhor Jonas não deve estar sabendo.....ah não mesmo....
    Ana Paula Azevedo....CATÓLICA, brasileira e advogada.

    ResponderExcluir
  4. A FACE MEDONHA DA MEDUSA

    12/10/2010

    Nivaldo Cordeiro


    Penso que todos os observadores se surpreenderam com a estratégia de DilmaRousseff no primeiro debate do segundo turno, na TV Bandeirantes. A lição antiga é que não se pode bater diante de câmaras de televisão para quem está em disputa junto à opinião pública, seja em campanha eleitoral, seja no lançamento de sabão em pó. Bateu, perdeu. O próprio Lula só se elegeu quando adotou o figurino “Lulinha paz e amor” criado por Duda Mendonça.

    leia o texto todo

    www.ternuma.com.br


    e leiam mais no Claudio Humberto

    é incrível a tentatita de confundir o eleitorado com mentiras delinquentes


    O programa eleitoral da candidata à Presidência, Dilma Rousseff (PT), veiculado na TV e no rádio, foi editado para incluir referências à religião. A estrutura da sua biografia é igual a que foi ao ar no início da campanha, em agosto. Porém, no último domingo (10) um trecho foi acrescentado, em que o locutor apresenta Dilma como "filha da professora Dilma Jane e do imigrante búlgaro Pedro Rousseff, que lhe transmitem uma sólida formação moral e religiosa". O filme anterior, depois dos nomes dos pais da candidata, não fazia referência à religião. As informações são da Folha de SP

    ResponderExcluir
  5. DO BLOG DO REINALDO AZEVEDO

    12/10/2010

    às 17:10

    Nossa Senhora da Tamborilação
    A religiosidade de Dilma Rousseff continua a me encantar. Assistam a este vídeo, do Jornal Nacional de ontem. Prestem especial atenção ao trecho entre 35s e 45s:

    Dilma fica tamborilando (batendo os dedos) enquanto fala de sua grande fé em Nossa Senhora Aparecida, o que demonstra, claro!, uma devoção inquebrantável.

    Quando foi ao programa do Datena, na Band, Nossa Senhora Aparecida não ocupava lugar tão importante. Ela estava mais ligada, assim, à Nossa Senhora de Forma Geral. Também fez uma coisa monumental nessa entrevista: acabou com o culto monoteísta da Igreja Católica, ao classificar Nossa senhora de “deusa” - o que evidencia a sua intimidade com a religião, não é mesmo? Revejam. Transcrevo o diálogo surrealista na seqüência.


    DATENA - Não sendo nem um pouco criativo, quando fizeram aquela pergunta pro Fernando Henrique, ele demorou três horas e meia para responder… A senhora acredita em Deus?

    DILMA - Olha, eu acredito numa força superior que a gente pode chamar de Deus. Eu acredito e… E acredito, mais do que nessa força, se ocê (???) me permitir, acredito na força dessa deusa mulher que é Nossa Senhora.

    DATENA - Nossa Senhora de Aparecida, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de uma forma geral (!!!)…

    DILMA - Todas essas múltiplas Nossas Senhoras (!!!) que existem por esse Brasil afora: Nossa Senhora das Dores, das Graças, Aparecida…

    DATENA - Porque no fundo, no fundo, elas representam é…

    DILMA - Nossa Senhora da Boa-Morte…

    DATENA - No fundo, no fundo, Nossa Senhora representa a força que a mulher brasileira tem, né?

    DILMA - Representa isso, eu acho, e representa uma coisa que todo mundo precisa: misericórdia. Ela representa muito isso. Proteção! Todo mundo precisa.

    Por Reinaldo Azevedo

    ResponderExcluir
  6. esse homem apoia Dilma

    DEUS MISERICORDIOSO, SOCORREI O BRASIL!


    http://www.youtube.com/watch?v=CSmLixpBBe8&feature=related

    ResponderExcluir
  7. Quarta-feira, Outubro 13, 2010

    Dilma se compara com Madre Teresa de Calcutá e ofende os católicos.

    Hoje o programa de Dilma Rousseff, no horário eleitoral, comparou a candidata com a Madre Teresa de Calcutá. Mais uma tentativa de enganar o eleitor católico, que não perdoa as posições da petista e do seu partido em relação ao aborto, por exemplo. Se quer ser como Madre Teresa, Dilma Rousseff deveria ler com atenção o que ela pensava sobre o aborto. E comparar com o que ela defende. Vejam abaixo:


    Discurso proferido por Madre Teresa de Calcutá, no dia 3 de fevereiro de 1994


    (...) "Eu sinto que o grande destruidor da paz hoje é o aborto, porque é uma guerra contra a criança, uma matança direta de crianças inocentes, assassinadas pela própria mãe. E se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo seu próprio filho, como é que nós podemos dizer às outras pessoas para não se matarem? Como é que nós persuadimos uma mulher a não fazer o aborto? Como sempre, nós devemos persuadi-la com amor e nós devemos nos lembrar que amor significa estar disposto a doar-se até que machuque. Jesus deu Sua vida por amor de nós. Assim, a mãe que pensa em abortar, deve ser ajudada a amar, ou seja, a doar-se até que machuque seus planos, ou seu tempo livre, para respeitar a vida de seu filho. O pai desta criança, quem quer que ele seja, deve também doar-se até que machuque Através do aborto, a mãe não aprende a amar, mas mata seu próprio filho para resolver seus problemas... Leia mais aqui.
    ................................................
    Entrevista de Dilma Rousseff a Revista Marie Claire, em abril de 2009

    MC Uma das bandeiras da Marie Claire é defender a legalização do aborto. Fizemos uma pesquisa com leitoras e 60% delas se posicionaram favoravelmente, mesmo o aborto não sendo uma escolha fácil. O que a senhora pensa sobre isso?

    DR Abortar não é fácil pra mulher alguma. Duvido que alguém se sinta confortável em fazer um aborto. Agora, isso não pode ser justificativa para que não haja a legalização. O aborto é uma questão de saúde pública. Há uma quantidade enorme de mulheres brasileiras que morre porque tenta abortar em condições precárias. Se a gente tratar o assunto de forma séria e respeitosa, evitará toda sorte de preconceitos. Essa é uma questão grave que causa muitos mal-entendidos.


    MC Hoje, o que é preciso para legalizar o aborto no Brasil?

    DR Existem várias divisões no país por causa dessa confusão, entre o que é foro íntimo e o que é política pública. O presidente é um homem religioso e, mesmo assim, se recusa a tratar o aborto como uma questão que não seja de saúde pública. Como saúde pública, achamos que tem de ser praticado em condições de legalidade.

    Declaração de Dilma Rousseff, em sabatina da Folha de São Paulo, em outubro de 2007:


    http://www.youtube.com/watch?v=TdjN9Lk67Io&feature=player_embedded



    www.coturnonoturno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. EU NÃO ACREDITO NA DILMA




    http://3.bp.blogspot.com/_2HFE9v9JMGY/TLbegzCs4hI/AAAAAAAALBQ/rvtdXMMDIgw/s1600/Selo+Aborto+2.jpg



    www.coturnonoturno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ACORDA BRASILLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL


    PF pede prorrogação para apurar caso envolvendo familiares de Erenice

    A Polícia Federal pediu nesta quarta (13) a prorrogação do prazo para apurar as suspeitas de tráfico de influência na Casa Civil, envolvendo familiares da ex-ministra Erenice Guerra. Segundo o delegado Roberval Vicalvi, ainda não é possível concluir a investigação com os depoimentos prestados à PF e, por isso, precisa de mais tempo para trabalhar no inquérito. Até o momento, os filhos de Erenice Guerra, principais envolvidos no caso, optaram pelo silêncio. O delegado informou à Justiça Federal quais diligências são necessárias à conclusão do inquérito para que o juiz defina o prazo.

    ResponderExcluir