20 de mar de 2011

A Transfiguração nos ajuda a vencer as adversidades

"O fim principal da transfiguração foi desterrar das almas dos discípulos o escândalo da Cruz” (São Leão Magno. Sermão 51 sobre a Quaresma, 3)





“Numa piedosa autorização, [Cristo] permitiu que Pedro, Tiago e João fruíssem durante um tempo muito curto da contemplação da felicidade que dura para sempre, a fim de fortalecê-los perante a adversidade” (São Beda. Comentário sobre São Marcos, 8,30;1,3)
 
 
É interessante que em meio ao tempo da Quaresma que procuramos meditar com maior profundidade nos sofrimentos do Senhor, a Igreja nos proponha o Evangelho da transfiguração, para que não percamos o foco sobrenatural de nossas vidas. Assim, recordemo-nos sempre que nossa meta é o Cristo glorioso que reina nos Céus e que padeceu para nossa Salvação. Não desanimemos portanto ao passarmos pela cruz, pois depois da cruz veremos a Glória de Deus. O Senhor revelou antecipadamente Sua Glória aos três apóstolos para que compreendessem que Ele era Deus Onipotente e Glorios e que, por mais que aparentemente parecesse vencido, triunfaria no final. Portanto, aprendamos a recordar do fim sobrenatural de nossas vidas e assim não desanimarmos com as derrotas transitórias.
 

0 comentários:

Postar um comentário