13 de jun de 2011

Porque pronunciamos contra o Padre Fabio de Melo.



O nosso site recebeu nos últimos dias alguns e-mails e comentários permeados de acusações pelo fato de termos criticado o pronunciamento do Padre Fabio de Melo a respeito do PL 122( Lei que criminaliza a homofobia). Pessoas nos chamando de “hipócritas e fariseus”, outras nos acusando de “Orgulhosos que se acham os donos da verdade” e por ai vai. Este artigo é para estas pessoas que nos criticaram e também para os católicos que firmemente apegado a doutrina nos encorajou a continuar expondo as verdades da fé e não o relativismo moral, ou seja, pregar aquilo que se pensa e não o que ensina a doutrina católica.
As matérias que foram publicadas no site estão nestes links:


http://www.regina-apostolorum.com/2011/06/sobre-o-pronunciamento-do-padre-fabio.html
Para a Igreja Católica o humanismo verdadeiro é sustentado por duas colunas: “Caritas in Veritate”. Analise esta frase do Papa Bento XVI: “Sem verdade, a caridade cai no sentimentalismo. O amor torna-se um invólucro vazio, que se pode encher arbitrariamente”. O Papa coloca a verdade como protetora da caridade, portanto, a Igreja nos orienta a não cair no paradoxo de em nome do “amor” deixar de lado a verdade. Colocamos a palavra amor entre parêntese por que o verdadeiro amor jamais extingue a verdade.
O padre Fabio de Melo não podia ficar livre de acusação. A Igreja não pode fazer com que o amor ao próximo se torne uma realidade sentimentalista promotora da arbitrariedade. Não podemos aceitar o pronunciamento de mentiras passar de forma desapercebida e não fazer nada. O papa Bento XVI nos orienta: “A recusa da verdade não salva o homem ”. Esta nossa atitude não representa ódio do Padre Fabio, pelo contrario, amamos, porém o amor revelado por Deus tem princípios de fidelidade com a verdade , portanto a mentira não pode ter vez.
Analise conosco alguns pontos do pronunciamento do Padre Fabio e veja como o discurso diverge do catolicismo:
No minuto 01:58ss do Vídeo ele diz: ( Sobre união estável de homossexuais) “Todos os cidadãos tem o direito de serem protegidos por leis que possam criar esta estrutura que facilite a vida. Que possa orientar, né, a conduta caso uma pessoa venha falecer.”
Ele acha justa a decisão do “STF” sobre o reconhecimento de União estável entre pessoas do mesmo sexo. O argumento é embasado encima do exemplo da necessidade de deixar herança, caso algum componente do casal homossexual morra.
E o que a Igreja pensa? Vejamos um trecho da Carta do Cardeal Josef Ratzinguer ( agora papa) que foi aprovada pelo Beato João Paulo II:
“Em presença do reconhecimento legal das uniões homossexuais ou da equiparação legal das mesmas ao matrimónio, com acesso aos direitos próprios deste último, é um dever opor-se-lhe de modo claro e incisivo. Há que abster-se de qualquer forma de cooperação formal na promulgação ou aplicação de leis tão gravemente injustas e, na medida do possível, abster-se também da cooperação material no plano da aplicação.”
Vejam só, nesta carta o Papa não esta falando só da equiparação da União gay com a união hetero, o Santo Padre fala particularmente do reconhecimento da união estável homossexual. O que o Santo Padre pede oficialmente através da carta? Eis o texto: "Há que abster-se de qualquer forma de cooperação formal na promulgação ou aplicação de leis tão gravemente injustas e, na medida do possível, abster-se também da cooperação material no plano da aplicação.”
É claro que o pensamento magistral da Igreja diverge integralmente do pensamento e da posição do Padre Fabio de Melo, mais claro que isto só a luz do sol. Eis a razão de nossa oposição cerrada: A fidelidade a sã doutrina e ao magistério.
No minuto 03:29ss do vídeo ele diz: (Sobre Pr. Malafaia e o Deputado Jean): “Muito lucida, não é verdade, a reflexão dele( Malafaia). Você ter o direito de manifestar sua opinião do ponto de vista filosófico, do ponto de vista religioso, e você ser respeitado por isto sem que isso seja um crime. Agora eu não tenho o direito de usar de palavras agressivas que venha ferir a dignidade das pessoas. Que foi justamente a palavra do Deputado Jean que estava defendendo a causa homossexual. Então ele dizia: “Nós não queremos que os discursos venha dizer que nós estamos possuídos pelo demônio, que nós somos gente de segunda categoria”. Então veja bem: Nos dois lados existem razão”.
O Padre Fabio acha mesmo que o PL 122 quer só amordaçar os Cristãos? Realmente ele não conhece o projeto e se posicionou de forma irresponsável. O PL 122 se aprovada vai criminalizar toda atitude crítica contra o homossexual, incluindo no âmbito moral. Ou seja, você pode até discordar do ato homossexual, mas não pode fazer nada além de discordar, pois qualquer atitude moral de discórdia será crime de homofobia. Portanto se você não contratar um homossexual na sua empresa você será homofóbico, se você impedir seu filho do contato com o Kit Gay você será homofóbico e isto se estende em vários âmbitos. Haja vista que há relatos que pais foram presos por se oporem ao Kit Gay nas escolas de seus filhos. Confira esta notícia de um Pai preso por protestar contra a sodomia:


O Padre disse que é justo uma lei delimitar o que se fala em um púlpito para que não se demonizem todos os homossexuais e os coloquem como pessoas de segunda categoria. Por mais que se deva ter respeito aos homossexuais no púlpito, esta ideia de estado colocar regras a serem seguidas por religiosos cheira totalitarismo socialista dos mais terríveis. É bom o Padre Fabio ler esta frase do Papa Leão XIII:
“Não ajudar o socialismo . Tomai ademais sumo cuidado para que os filhos da Igreja Católica não dêem seu nome nem façam favor nenhum a essa detestável seita" (Quod Apostolici Muneris, no. 34).
Só recordando, o padre disse recentemente que o socialismo “equilibrado” faz bem para a sociedade e que Jesus era socialista. Mais uma vez ele faz apologia a algo que a Madre Igreja condena. Veja a entrevista do Padre indo contra o Magistério da Igreja:


No minuto 7:55ss ele disse: “ agora o que nós não podemos admitir é que nosso discurso religioso possa ferir a dignidade humana, mesmo quando nós queremos ser proféticos. Acho que há uma forma de ser profeta sem você precisar ferir a dignidade do outro”.
A dignidade humana não esta acima da gloria de Deus. Portanto não se pode embasar no jargão do “Respeito Humano” para restringir seu discurso religioso ao que é do agrado de tudo e de todos. Medite sobre o “respeito humano” na meditação do mês com Maria:


Este discurso de profetismo com respeito a dignidade humana é próprio de quem deseja que o discurso religioso seja rebaixado ao “politicamente correto”.
Um profetismo que exclui do vocabulário a palavra pecado, inferno, céu, purgatório, vida eterna entre outras é um falso profetismo. Cremos que a linguagem deva ser adaptada para que a pessoa evangelizada acolha o missionário, mas se a palavra profética não culminar com o uso dos conceitos citados a cima, sem dúvidas a evangelização não foi para a gloria de Deus, mas sim para a gloria humana.
Será que o Padre acha que Santo Estevam e São João Batista foram profetas desiquilibrados? Será que o Padre acha que São Padre Pio era fundamentalista ao bradar contra as pessoas escravas do pecado no confessionário? Será que Jesus feriu a dignidade humana quando discursou ferozmente contra os Fariseus (Mateus 23)?
O jeito Padre Fabio de ser profeta esta longe dos exemplos que a História da Igreja nos conta.
No minuto 11: 52ss ele disse: “Cuidado para você não fazer parte destas agressões , ou seja através das muitas manifestações que poderão acontecer pelo Brasil, já estou alertando, por que eu acho que isto ainda vai render muito e nós precisamos ter uma postura muito equilibrada nesta hora, para que você também não esteja lá agredindo ou defendendo – por que as vezes em nome de um valor agente comete crimes maior que nós queremos evitar”.
Esta foi a parte que mais nos decepcionou. Onde ocorreu alguma manifestação desiquilibrada? Gente, não é próprio de conservador promover revolução. O que se faz é manifestos pacíficos. E foram estes manifestos que fizeram uma grande diferença para que as leis não fossem aprovadas. Esta demorada reflexão isenta de uma atitude frente ao problema esta longe de ser catolicismo. Olha o que a Igreja fala para se fazer no documento Dignitatis Humanae , 14:
"Na formação de suas consciências, os cristãos hão de ater-se porém, à doutrina santa e certa da Igreja. Pois, por vontade de Cristo, a Igreja Católica é mestra da Verdade e assume a tarefa de anunciar e de ensinar autenticamente a Verdade que é Cristo. O discípulo tem o grave dever de anunciar a verdade recebida de Cristo com fidelidade e defendê-la com coragem"
Este documento impõe sobre nós discípulos e missionários o dever de defender a fé com coragem, diferentemente do discurso açucarado do Padre Fabio de Melo.
O comportamento do Padre Fabio de Melo foi contrario aos documentos da Igreja. Por que tanta revolta com nosso site? Só tem uma resposta : “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si”. ( I Timo 4 v. 3 a 4)
O Padre Fabio gastou tanto tempo defendendo ideias incompatíveis com a verdade católica e não deu atenção especial a noticia terrível da queima de bíblias promovidas pelo movimento gay. Por que será que o Padre não falou do assunto? Omissão? O nosso site cobriu esta atrocidade, confira:


Saudades do Padre Léo que bradava sem “respeito humano” nenhum em rede nacional contra a tirania do estado. O padre Fabio admira tanto o padre Léo, por que ele não faz isto que o Padre Léo fez:


Infelizmente a praga da ditadura do relativismo entrou na Igreja conforme denunciou o Papa Bento XVI na homilia de abertura do conclave para eleger o novo papa( Homília na íntegra: http://servosdamae.webnode.com.br/news/a-ditadura-do-relativismo-por-cardeal-joseph-ratzinger-bento-xvi-/ ).
Hoje em dia é normal receber repreensão no contexto eclesial por se fazer alguma denuncia a um herege ou um apostata. Foi o caso que ocorreu esta semana no site por causa do triste episodio envolvendo o Padre Fabio. Ficaram revoltados conosco por que colocamos fotos do Padre, o nome dele em evidencia e o chamamos de herege, meloso e outras coisas. Mas quem disse que isto não representa catolicidade? Quem disse que isto é radicalismo fanático religioso? É bom que os irmãos estejam instruídos a respeito da história da Igreja e de seus documentos atuais antes de nos condenar no “juízo do politicamente correto”.
É graça na História da Igreja o surgimento de “apologetas( Defensores da fé)” que de forma evangélica denunciara as heresias e desmascararam os hereges. Veja o que São Francisco de Sales – Doutor da Igreja - fala sobre isto:
“Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa, desde que não se falte à verdade, sendo obra de caridade gritar: 'Eis o lobo!', quando está entre o rebanho ou em qualquer lugar onde seja encontrado" .
Palavras fortes e permeadas de verdade. Eis o amor verdadeiro. O amor de mãos dadas com a verdade e inimigo supremo da mentira.
Sobre o padre Fabio o problema é pior ainda, sua retórica é muito boa e seus discursos têm algumas verdades. No meio de suas famosas “massagens de egos” surgem heresias venenosas e impuras. O Papa Leão XIII nos alerta quanto a isto:
“Não pode haver nada de mais perigoso do que aqueles hereges os quais, enquanto percorrem toda a doutrina sem erros, com uma só palavra, como uma gota de veneno, infectam a pura e simples fé divina e depois a tradiçao apostólica”.
E Santo Irineu de Lyon também:
"Por astuta aparência de verdade, os hereges seduzem a mente dos inexpertos e escravizam-nos, falsificando as palavras do Senhor".
Não é a primeira vez que o Padre Fabio se posiciona contra a doutrina católica. Ele já falou a respeito de evolução de dogmas, escreveu no seu livro com o Chalita heresias a respeito do Santíssimo Sacramento e também já pregou uma teologia da ressurreição incompatível com as verdade da Igreja. É por isso que denunciamos.
Neste link você pode saber mais sobre o a aversão do Padre Fabio a respeito da imutabilidade dos dogmas:


Sobre posicionamento teológico herético sobre a Eucaristia acompanhe neste link:


E por fim veja o seu pensamento não católico sobre Ressurreição :


Vamos fazer umas analogias para vocês entenderem o nosso comportamento. Pensa conosco na questão dos vazamentos de gás radioativo que esta acontecendo no Japão. Só tem uma forma de você não ser contaminado pelos gases: Não se aproximando das usinas. Mas como você vai saber qual usina esta saindo gás? Alguma pessoa generosa deve falar para você onde estão as usinas com problemas. É isto que fazemos irmãos, só que tratando da vida espiritual. Mostramos para vocês quais sãos os pregadores, padres e até bispos que estão pregando um conteúdo contaminado pela mentira. Já imaginou alguém falar para você que tem gás radioativo em um lugar e não apontar o lugar de onde vem? Angustiante, né? É angustiante para a Igreja falar de heresias sem falar de hereges.
Imagina você em uma guerra, você vai atirar na arma do seu oponente ou no seu oponente? Claro que no seu adversário. Atire na arma e ele logo vai arrumar outra para te matar. As armas dos hereges de hoje são muitas: Livros, músicas, CD,s, Internet, Jornais, Tv e tantas outras. O que fazer? É necessário atirar no adversário, é preciso difamar o herege com verdade e caridade. A credibilidade na mão de um herege é uma desgraça. Ele a usa para perder muitas almas.
Um bispo chamado D. Fox nos alerta para algo muito interessante a respeito dos Santos Padres da Igreja, ou seja, para os primeiros defensores da fé. Ele disse que todos eles, sobretudo, Santo Agostinho antes de “bater” nas heresias eles “batiam” nos hereges. É verdade! Isto esta nos nomes dos livros, quase todos os livros desmascaram o herege já na capa colocando em evidencia o seu nome, eis alguns exemplos: “Contra Fortunatum Manichaeum”, Adversus Adamancium; Contra Felicem; Contra Secundinum; Quis fuerit Petilianus; De gestis Pelagii; Quis furiet Julianus, etc.
É bom deixar bem claro que toda denuncia deve esta embasada na Verdade.
Sempre vão aparecer aqueles modernistas que dizem o seguinte: Mas isto é da Igreja primitiva e medieval, os tempos mudaram, a Igreja é outra depois do Concílio Vaticano II. Mentira. Vamos ver documentos da Igreja sobre esta questão.
Primeiro o Código de Direito Canônico:
Cân. 212 § 3. “De acordo com a ciência, a competência e o prestígio de que gozam, tem o direito e, às vezes, até o dever de manifestar aos Pastores sagrados a própria opinião sobre o que afeta o bem da Igreja e, ressalvando a integridade da fé e dos costumes e a reverência para com os Pastores, e levando em conta a utilidade comum e a dignidade das pessoas, dêem a conhecer essa sua opinião também aos outros fiéis”.
Observe que a Igreja sabe que um Pastor pode tomar tais atitudes que pode compromete o bem da Igreja, neste caso ela dá total liberdade para os leigos capacitados manifestar suas opiniões. Tanto aos pastores como também dêem a conhecer sua opinião a todos os fieis. É isto que está escrito na citação do código acima e é o que fazemos no site.
Sabemos que temos que respeitar o sacerdócio da Igreja nos pastores, não só o sacerdócio, mas também a pessoa. Porém é preciso deixar claro que a Igreja não isenta Sacerdotes de erros e também os condena caso sejam hereges. Dois exemplos foram os padres Ario que iniciou a heresia ariana e Lutero que iniciou a heresia protestante.
Muitas pessoas tem medo de “sujar” a imagem da Igreja frente a sociedade com estas denuncias. Se a sociedade quiser ver a ausência desta “falsa unidade” na Igreja basta ler a historia , não teve um momento se quer que não tenha existido “apologetas” denunciando os lobos presente no meio do rebanho. Se for levar em conta isto então o papa Bento XVI cometeu um grande equivoco ao reconhecer a pedofilia no clero e pedir em rede mundial na praça de São Pedro para mandar os padre pedófilos para a cadeia. O papa estava errado? Que caminho seguir então?
Felizmente a Igreja dá ao leigo fiel e conhecedor da sã doutrina a liberdade de colocar suas posições. O concílio vaticano II consolidou isto na “Lumen Gentio”.
"Os leigos, como todos os cristãos, têm o direito de receber abundantemente dos sagrados pastores os bens espirituais, sobretudo os auxílios da palavra de Deus e dos sacramentos; manifestem-lhes, pois, as suas necessidades e os seus desejos, com a liberdade e confiança próprias de filhos de Deus e irmãos em Cristo. Segundo a ciência, competência e prestígio que possuam, têm a faculdade, às vezes até o dever, de manifestar o seu parecer no que se refere ao bem da Igreja”.
Eis a verdade! Que não é nossa, é da Igreja. Falamos sobre o padre Fabio por que tem que ser falado. Vamos denunciar todas as heresias que sair da boca dele e de outros que falarem mentiras . Não vamos nos abster. Não queremos confusão, não queremos brigas, queremos paz. Porém não confunda paz com pacifismo. Seremos católicos de verdade custe o preço que custar.
Que as pessoas que nos criticaram no caso do Padre Fabio nos compreendam, estamos sendo católicos como a Igreja sempre pediu. De forma ousada queremos até mesmo chamar estes irmãos a serem conosco este amantes profundos de Deus, da Igreja e do próximo. Que não temem perder a falsa paz, as falsas amizades e até mesmo a própria vida para vivenciar o autentico amor evangélico.
Conclamamos todos os leitores deste artigo a recitarem com fé e piedade uma Ave-Maria por todos os sacerdotes da Igreja, sobretudo pelo Padre Fabio de Melo. Rezem por nós também. Não queremos nada, a não ser a gloria de Deus.
Agradecemos profundamente a todos os irmãos blogueiros que de forma admirável tem esta consciência moral. São muitos que fica difícil lembrar todos, mas para que os leitores tenha ciência de alguns lembramos no momento os seguintes sites:


http://diasimdiatambem.com/

Deus seja louvado por estes e por tantos outros.
Coragem! Avante! A Verdade triunfará!
Salve Maria!


Bruno Cruz ( bhc.vida@hotmail.com)
Anderson Luís dos Reis(anderson_jhs@yahoo.com.br)








17 comentários:

  1. Mais uma vez nós vemos quantas pessoas que são seguidoras dos homens (principalemnte das estrelas catolicas)e que estão cegas e acham que tudo o que estas estrelas catolicas vomitam sobre a gente, é verdadeiro. Acorda povo de Deus, nao é pq está na midia e é famoso está dizendo a verdade e quer nos ajudar. Temos que seguir o que determina a Sã doutrina e a tradição catolica.
    Gostaria de pedir ao moderador que colocasse na pagina principal de forma bem visivel para que todos possam ver a palestra do Moises detonando esses hereges.
    Ô povinho dificil esse povo catolico, acha que sabe das coisas e nao sabem nada. Vão estudar as coisas da igreja ao inves de ficar escutando cd, dvd, palestras e programas deste Pe. Fabio Meloso. Pax. Mais uma vez obrigado pelo esclarecimento Brunão. Tamo junto!

    ResponderExcluir
  2. Recorro ao saudoso Papa Leão XIII para rememorar o dever que temos de defender a fé:



    "Neste enorme e geral delírio de opiniões que vai grassando, o cuidado de proteger a verdade e de extirpar o erro dos entendimentos é a missão da Igreja, e missão de todo o tempo e de todo o empenho, posto que à sua tutela foram confiadas a honra de Deus e a salvação dos homens. Mas quando a necessidade é tanta, já não são somente os prelados que hão de velar pela integridade da Fé, senão 'que cada um tem a obrigação de propalar a todos a sua Fé, já para instruir e animar os outros fiéis, já para reprimir a audácia dos que não o são' (São Tomás, S. Teol., II-II, q. 10, a. 2, q. ad 2). Recuar diante do inimigo, ou calar-se quando de toda parte se ergue tanto alarido contra a verdade, é próprio de homem covarde ou de quem vacila no fundamento de sua crença. Qualquer destas coisas é vergonhosa em si; é injuriosa a Deus; é incompatível com a salvação tanto dos indivíduos, como da sociedade, e só é vantajosa aos inimigos da Fé, porque nada estimula tanto a audácia dos maus, como a pusilanimidade dos bons".

    (Papa Leão XIII, Encíclica Sapientiae Christianae, de 10 de janeiro de 1890)

    ResponderExcluir
  3. O que não consigo entender é como o Pe. fabio de Melo e Gabriel Chalita ainda tem espaço dendro da Canção Nova.
    O que será que pensa o prof. Felipe Aquino e o Pe. Paulo Ricardo que dividem espaço com estes lobos...

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela aula de catolicismo!
    Simples leigos conseguem defender a fé católica, isso é uma benção enorme!

    ResponderExcluir
  5. Meu Deus, que loucura de texto! É por causa de gente assim que a Igreja Católica defendeu a ESCRAVIDÃO por muitos séculos. Pra quem tem dúvida, uma pergunta: quem diz qual é essa "Verdade" de que se fala no texto? Respondo com uma certeza: são homens, não é Deus. E esse povo está seguindo cegamente o que esses homens dizem.

    ResponderExcluir
  6. Oi João Urias!
    Shallom!

    1- Loucura?
    Bom, São Paulo dizia:

    Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus” ( I Cor 1:18 )

    No contexto da palavra entendo sua posição, não poderiamos esperar outra coisa, foi profetizado por São Paulo esta calúnia.

    2- Então a Igreja Católica escravizou pessoas?

    Quando? Na idade média obscura e opressora?
    Pelo jeito a história mal contada dos professores revoltados foi assimilada pelo senhor. Dê dados históricos de que a Igreja escravizou alguem por gentileza, talvés podemos esclarecer melhor o senhor quanto a veracidade dos fatos.

    3- Qual é essa " Verdade".

    A verdade que voçê leu é a da Igreja que segundo o senhor escravizou pessoas. Nao mudou nada o pensar dela há mais de dois mil anos. Voçê viu as citações? Só de Papas, Santos e Documentos magisteriais, inclusive os documentos modernos.

    4- Realmente somos homens e não deuses. Os apostolos eram homens e não Deus, os Santos foram homens e não Deus, o colégio dos bispos são constituidos de homens e não de deuses...Então não devemos escutar eles?
    A revelação passa pelo humano parceiro, e Deus quis que passassem pelos seus sagrados Bispos que nós citamos no artigos.

    João,
    Não argumente contra documentos, enciclicas e escritos dos Santos. É da murro em ponta de faca.

    Em paz,
    Bruno!

    ResponderExcluir
  7. ola amigos paz de Cristo e o amor de Mae Maria a todos.

    por varias vezes vi o texto olhei os videos achei tudo muito valido! mas por varias vezes pensei algo, e se possível gostaria de uma resposta...

    vcs tentaram falar com P. Fabio sobre vários pontos de vistas sitados a cima, pois penso assim e espero sim irmãos que vcs tenham feito isso, pois penso que uma conversa com o próprio Padre Fabio resolveria isto não? pois ele mesmo crente que tomou rumos errados em suas pregações iria em seu próprio programa "resaltar" pontos que nao foram tocados por ele mesmo. pois penso que nós nao podemos espalhar nada mais sim juntar aquilo que já foi jogado ao vento e espalhado por equívocos! pois somo todos um! nao?

    ResponderExcluir
  8. Diogo,

    Muito válida sua pergunta.
    O padre Fabio desde as heresias sobre o Santissímo Sacramento da Eucaristia, Evolução dos Dogmas e ressurreição nunca se retratou publicamente. Ele recebeu muitíssimos e-mails por que houve uma grande cobertura na Internet e mesmo assim não se retratou.
    O Padre parece ser um homem de uma mentalidade formada e com preceitos fechados no que diz respeito a estas questões teológicas. Esperamos muito uma retratação em rede nacional.
    Quanto a questão do PL 122 nosso site escreveu o primeiro artigo na outra semana do seu discurso, ele recebeu vários contatos de vários seguidores de sites antigos e nada de reparação.
    Frente a mentira, realmente não podemos deixar de nos posicionar defendendo
    o que a Igreja realmente ensina.

    Diogo,
    Quem nos dera ter contato fácil com o Padre Fabio, sem dúvidas iriamos sentar no seu escritório para pedir explicações e reparações. Mas é muito difícil.

    Rezemos pela paz! Pelo amor! e pela verdade.

    Abraços Diogo!

    ResponderExcluir
  9. Anderson, Deus seja sempre louvado por tudo!!!
    Percebo uma diversidade de acusações a respeito da posição enganosa ou talvez desatenta de alguns sacerdotes. Porém, acredito que acusar, expor e criticar de forma cruel não é o caminho. O Caminho, a Verdade e a Vida é Nosso Senhor Jesus Cristo e Ele mesmo nos disse "Rezai pelos inimigos ..." e olhe que o Pe Fabio não é nosso inimigo. O mundo precisa de muita oração, oração essa que te tirou da cegueira graças à Deus. Somos todos pecadores e precisamos de oração para sermos terra fértil onde as palavras de NS Jesus Cristo criem raízes profundas...

    ResponderExcluir
  10. Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo!

    Bom dia!

    Meu nome é Bernadete.

    Eu assisti a entrevista do padre na Rede TV. Enviei a ele pelo twitter minha oposição às palavras ditas a respeito do assunto. Mas parece-me muito mais alguém totalmente alheio aos acontecimentos do que alguém que quer se posicionar a favor do "casamento" gay. Ele, como muitos católicos, estão totalmente desinformados do que anda acontecendo. Vejo isso na minha paróquia e também na minha família que sequer sabia da existência do kit gay, PLC 122, PNDH-3 e outras barbaridades.

    Já vi um pronunciamento dele na época das eleições quando houve todo um debate em torno do aborto. Ele disse com todas as letras que é contra essa prática seja qual for a circunstância em que tenha ocorrido a gravidez.

    Quanto ao assunto acima, ele disse que não sabia direito do que se tratava e temia ser injusto. Eu enviei a ele links sobre o assunto para que ele se informasse melhor. Não sei se ele leu, porque noto que algumas vezes não é ele quem posta no twitter. Bem como não é o pe. Paulo quem posta as mensagens no twitter dele.

    Quanto a entrar em contato com ele, eu mesma não obtive nenhuma dificuldade. Eu lhe escrevi e recebi resposta imediatamente.

    Mais importante de tudo quanto escrevi até aqui, é pedir que REZEM POR ELE. É o que eu faço sempre e já disse a ele.

    Assisti o testemunho do Anderson que vivia uma vida totalmente desregrada. O quanto ele era escravo do sexo desde a mais tenra idade. A mãe dele chorou muito e rezou por ele. A conversão veio. Graças a Deus!

    Se o Anderson - e muitos outros tantos - merece a misericórdia divina, porque um sacerdote não mereceria?

    Muitos pedem retratação. Retratação de que? Ninguém aqui é digno de atirar pedras em ninguém. Não queiram colocar-se como Deus na vida das pessoas. Esse foi o pecado cometido pelos nossos primeiros pais (Adão e Eva) e os homens continuam a cometê-lo.

    O pe. Fábio tem uma história muito sofrida. Não andava em puteiros, não bebia, não consumia drogas. O pai bebia e a irmã mais velha bebe e já tentou suicídio.

    Rezemos, portanto, pelo pe. Fábio para que ele se liberte de suas misérias e que ele se comprometa mais com o ministério que lhe foi confiado.

    ResponderExcluir
  11. Bernadete!
    Salve Maria!!

    Voçê esta coberta de razão ao nos convidar para rezar pelos Padres.

    Voçê esta coberta de razão ao falar que todos são dignos da Divina Misericórdia.

    Realmente o Padre Fabio e todos nós somos realmente miseráveis e limitados e constantemente precisamos de cura espiritual
    em nossas vidas.

    O Padre Fabio não é nosso inimigo pessoal..Até agora nada fez contra as pessoas deste blog.

    Consideramos o Padre Fabio como irmão em Cristo e reverenciamos com toda piedade possível o Sacerdócio dele.

    PORÉM o que motivou as publicações foram as incompatibilidades do que ele disse com oque ensina a doutrina católica. Isto ficou mais claro que o sol na nossa última publicação chamada: Porque nos pronunciamos contra o Padre Fabio.

    Se ele estava mal informado sobre o assunto por que ele falou coisas tão absurdas e julgou tão terrivelmente os militantes pró-família chamado de idiotas?????

    Estamos longe de querer ser Deus na vida de alguém. Deus é o Justo que julga com justiça. O que fazemos é comparar o que ele fala com o que a Sagrada Revelação ensina no Santo Magistério. A analogia nos leva a crÊr que o Padre Fabio se pronunciou de forma herética varias vezes.E jamais vamos deixar os seguidores serem vítimas das demasiadas heresias.

    O amor deve nos levar ao Perdão, eu já perdoei o Padre Fabio pela ofensa que ele fez ao catolicismo que é o meu maior valor. Espero que a Dona Bernadete nos perdoe, caso o artigo tenha feita ela nos julgar como pessoas metidas a deus e etc...

    Salve Maria!
    O amor Vencerá!

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde;
    A paz de Jesus e o amor de Maria !

    Me chamo Hellen,tenho 16 anos e ao ler as críticas sobre o Padre Fábio neste site,senti-me impulsionada a comentar essa iniciativa para se viver o verdadeiro amor !
    Recorrendo à sagrada escritura e à vida dos Santos da igreja,lembro-me de Moisés,que quando avisou o povo sobre o grande dilúvio,que aconteceria pelas próprias faltas das pessoas,este não se importou e concerteza taxou o profeta como radical.
    Abraão,que largou a sua casa,a sua cultura,a sua vida,para ir atrás de uma terra que nínguem sabia aonde era,e ainda que ia sacrificar o próprio filho a mando de Deus,sem nenhuma explicação,era um homem radical demais para aquela época.
    Nossa Senhora,ah,essa foi radical.Não pensou que poderia ser condenada pela sociedade,que perderia José,que não teria forças...Simplesmente deu o seu SIM incondicional.
    São Francisco de Assis,que orava por mudanças na Santa Igreja Católica e que ia contra uma forma de viver materialista e hipócrita com certeza foi dito por radical.
    E Jesus Cristo,o nosso Senhor,ele deu os maiores exemplos do que chama-se de radicalismo.O Rei dos Exércitos nasceu entre os animais e teve uma mãe cheia da graça,mas sem nenhum "tostão".Este destruiu as barracas dos comerciantes do templo,hospedou-se na casa de um pecador e perdoou os pecados de uma adúltera.E não para por aí.Ele deu a vida por mim e por você,carregando os nossos pecados e derramando cada gota do seu sangue por nós.

    Que bom né,que bom que somos radicais e denunciamos o que está errado.E que continuemos assim.

    Quanto ao Padre Fábio,basta rever alguns conceitos.E queremos reafirmar que amamos ele,mas que segundo o primeiro mandamento da lei mais radical da história,devemos "amar a Deus sobre todas as coisas",e a igreja de Jesus Cristo em primeiro lugar !
    Gostaria de aproveitar esse espaço para agradecer ao Anderson,por ter sido canal da graça no I PEGA FOGO BRASÍLIA e dizer que o ministério pode contar com o meu apoio e oração nessa luta por almas !


    ' Que a alegria do Senhor seja a nossa força '

    E com Jesus e Maria,o inferno arrepia !

    ResponderExcluir
  13. Belíssimo texto, Anderson e Bruno.

    A coragem e audácia de vcs me enche de vida!

    Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
  14. Caio Piracicaba - SP

    Maravilhoso o trabalho de vcs, ajudam e muito o trabalho da igreja católica na salvação de almas, continuem assim não parem !

    a paz do Senhor e o amor de Maria .

    ResponderExcluir
  15. Apenas complementando o que disse o Bruno sobre a escravidão.

    A Igreja NUNCA apoiou a escravidão. Inclusive o Papa Gregório XVI escreveu uma bula INTEIRA sobre isso em 1819. Não colocarei a constituição aqui por questão de espaço. Mas se necessário for, boto em meu site. Para quem entender inglês, http://www.papalencyclicals.net/Greg16/g16sup.htm

    No Congresso de Viena, em 1814, Pio VII declara: "E nós proibimos qualquer clérigo ou homem da lei de ousar apoiar, em qualquer que seja o pretexto, o comércio de negros, ou pregar e ensinar, em público ou em particular, seja como for, qualquer coisa contrária a esta carta apostólica".

    Então não diga que a Igreja apoiou a escravidão.

    Pax Christi

    ResponderExcluir