20 de jul de 2011

Inviolabilidade da confissão ameaçada na Irlanda, padres poderiam ir à prisão. Entenda.


ACI

Um destacado canonista advertiu à agência ACI Prensa que as autoridades irlandesas anunciaram uma mudança legal que poderia levar à prisão os sacerdotes que mantenham o segredo de confissão em casos de abuso sexual.

O Padre Paul Hayward, editor de publicações da Sociedade de Direito Canônico da Grã-Bretanha e Irlanda, explicou que “necessitamos mais claridade sobre o que exatamente (as autoridades) se propõem a fazer mas, com certeza, nenhum sacerdote que valorize seu sacerdócio quebraria o segredo de confissão. Isto poderia converter em mártires muitos sacerdotes irlandeses”.

O perito fez estes comentários no dia 15 de julho, um dia depois que o Primeiro Ministro irlandês Enda Kenny (foto) prometeu introduzir uma nova lei que levaria à prisão por até cinco anos os sacerdotes se eles não denunciarem às autoridades os crimes de abuso sexual revelados durante as confissões.

A proposta contradiz o Direito Canônico que defende a inviolabilidade do segredo sacramental e proíbe aos confessores trair de modo algum os penitentes e inclusive sanciona com a excomunhão latae sententiae (automática) aqueles que o infrinjam.

Tudo isto ocorre no meio do escândalo pela difusão de um relatório sobre o péssimo manejo dos casos de abuso perpetrados por membros do clero na diocese irlandesa de Cloyne.

A diocese em questão não soube dirigir as denúncias entre 1996 e 2005 e omitiu-se de reportar nove casos de abusos às autoridades.

Fonte: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/

0 comentários:

Postar um comentário