2 de mar de 2012

Liderança e profetismo para uma nova geração


Veja a fala da Presidente do Serviço Internacional da Renovação Carismática Católica (ICCRS) Michelle Moran sobre o Encontro Mundial de Jovens Carismáticos que acontecerá em julho deste ano em Foz do Iguaçu:

Eu quero falar um pouco agora sobre o Encontro Mundial de Jovens da RCC, porque isso é uma parte estratégica de um grande planejamento. Quando eu fui eleita presidente do ICCRS, uma das coisas que eu disse era que queria dar muita atenção seria a de levantar uma nova geração de líderes para a Renovação.

Existem algumas partes do mundo em que a RCC está morrendo, não porque o Espírito Santo esteja enfraquecendo, mas porque os líderes que começaram quando eram jovens já são pessoas de idade e houve uma falha em não se passar a liderança para a próxima geração, e não também não houve a preocupação de se formarem novos líderes. Então lá o futuro da Renovação está ameaçado.

Eu acredito que parte da visão para o Mundial é a de investir em futuros líderes ou nas lideranças jovens já existentes. Mas é também uma oportunidade de trazer esses líderes jovens de todas as partes do mundo para que eles possam ver outros como eles, que eles não estão sozinhos, que são parte de uma grande família. Mesmo que não houvesse nenhum conteúdo na programação, só o fato de eles estarem juntos no Brasil é uma coisa importante.

No Congresso Nacional da RCCBRASIL de 2007, quando foram comemorados os 40 anos da RCC no mundo, em um momento, eu estava com a Patty Mansfield e ela me chamou para ir com ela para falar a um pequeno grupo de lideranças jovens. Eu a acompanhei. Na minha cabeça, uma reunião de líderes seria pequena, mas nós fomos para um estádio e havia ali cinco mil líderes jovens. E eu comecei a ver ali o que o Senhor está fazendo no meio de vocês, brasileiros, e isso é algo que o mundo precisa ver.

E isso não acontece apenas na América Latina, mas na Ásia também. Geralmente, onde a Igreja cresce, a RCC também cresce. Então vocês tem algo muito especial aqui. E essa é uma razão para que venhamos para o Brasil.

Quando começamos a trabalhar estrategicamente no ICCRS, nós formamos uma Comissão para a Juventude. O Marcos [Volcan, presidente da RCCBRASIL] coordena essa comissão. Há um conselheiro da Ásia, irmão James, o padre Emanuel, da África, e um diácono mais jovem da Europa, Christof Hemberger. E essa comissão começou a pensar como fazer a Renovação formar líderes jovens. Gradualmente, foi aparecendo essa ideia de fazer esse encontro aqui no Brasil.

É interessante, para mim, notar que tivemos essa ideia junto da Igreja. Porque quando nós fomos apresentar o projeto ao Vaticano, nós ficamos sabendo de uma maneira confidencial do plano de que a JMJ fosse no Brasil. Eu não acredito que isso seja acidental, mas que o Senhor já tivesse colocado isso nos nossos corações.

Qualquer investimento no jovem é um investimento no que o Senhor está fazendo na Igreja através da juventude. Então nós temos uma oportunidade maravilhosa de trazer parte do mundo aqui. Eu acho que vai ser um encontro profético. Claro que eu sou realista e eu sei que, olhando para a economia, não será possível trazer uma grande quantidade de pessoas ao Brasil. Mas para mim não é uma questão de números, é sobre ser estratégico. Por que a gente sabe que quando se investe na pessoa certa, muitas coisas podem acontecer. Nos outros países, estamos tentando trabalhar de uma maneira estratégica agora, para que eles possam trazer os jovens certos para essa experiência. Não será só um evento, será um investimento no futuro da RCC.

Todos vocês tem um papel para representar nesse futuro, porque, de alguma maneira, o Espírito Santo escolheu vocês para serem o país para acolher esses jovens. E eu fico feliz por isso, pois eu sinto que estamos construindo sobre uma base sólida. Então eu estou muito animada para que o mundo venha para cá.


Fonte:http://ministeriojovemrccarquisp.webnode.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário